Dica da semana: Economia de combustível

Dica da Semana

Dica da semana: Economia de combustível

petroleo_combustivel É, mal começou o ano e o álcool está 15% mais caro que a média de 2008 e gasolina 10%. Por isso, o motorista deve ficar atento às dicas abaixo de como diminuir o custos:
• Respeite a categoria de óleo especificada no manual do carro e manter o nível correto. Uma boa lubrificação evita aumento do atrito interno do motor, o que gera perdas expressivas e diminui a vida útil. Motor ajustado, sistema de injeção limpo, velas limpas e com folga correta são outros itens que devem ser verificados. Filtro de ar obstruído, por exemplo, pode aumentar o consumo em até 10%;
• Abastecer com gasolina aditivada ajuda a manter o sistema de injeção limpo durante um longo prazo. Porém, o rendimento é o mesmo em quase todos os automóveis com relação à comum; ressalta Lozano.
• Pneus calibrados conforme especificação do fabricante do veículo a cada duas semanas – sempre quando estiverem frios – também ajuda na economia. A má condição das ruas faz com que alguns motoristas diminuam a pressão dos pneus para obter mais conforto de rodagem. E isso gera um desgaste irregular dos pneus e faz o consumo de combustível crescer em até 3%.
• Suspensão desalinhada aumenta o atrito, o consumo e o desgaste dos pneus.
• Quem usa freqüentemente o ar-condicionado deve ter certeza de que a carga do fluido está completa e que não há vazamentos. A vedação do carro deve estar em bom estado. A troca do filtro de pólen nos intervalos estipulados deve ser respeitada. O ideal é utilizar o ar-condicionado com moderação mantendo todas as janelas fechadas. Quando acionado, o compressor do ar-condicionado consome alguns cavalos de potência do motor e o aumento no consumo fica em torno de 0,5% a 2%. gggg noticia2142_1_1
• Acelere suavemente, não estique as marchas e nem as troque prematuramente. Fique atento ao trânsito, sempre procurando se antecipar ao que vai acontecer de modo a evitar variações bruscas de velocidade também ajuda. Em grandes congestionamentos, desligue o motor se conseguir prever que ficará parado por mais de três minutos.
• Nas subidas, evite ultrapassagens que exijam a redução de marcha e aceleração do veículo. Se o carro possui injeção eletrônica, é mais indicado manter 80 km/h em quinta marcha com o acelerador no fundo em uma longa subida. Isso gasta menos do que obter a mesma velocidade em quarta marcha, com um pouco menos de pressão no acelerador.
• Se não for utilizar o bagageiro, retire os elementos transversais. Se for, obedeça aos limites de peso e dimensões da carga. O excesso de velocidade também é tão prejudicial à segurança quanto ao consumo de combustível.
• Evite deslocamentos curtos, em que o motor não atinge a temperatura normal de funcionamento, pois motor frio gasta mais.
• Se tiver mais de um veículo na garagem, opte pelo de maior consumo para viagens de fim de semana.
Uma dica importante é ter um caderno para anotar os dados dos abastecimentos. Para um controle mais preciso, o ideal é encher o tanque e reabastecer completamente antes de atingir a reserva. Por Henrique Alves