O sucesso das coreanas

Chana / CN Auto / Effa / Hyundai / Kia / Ponto de Vista / Ssangyong

O sucesso das coreanas

0,,21456840-EX,00O crescimento avançado das marcas coreanas (como Kia e Hyundai) no Brasil, vem se mostrando cada vez maior nos últimos anos. As vendas se tornaram cada vez mais crescentes, devido a confiabilidade e o preço que as montadoras oferecem aos seus produtos. Vejamos as últimas jogadas da Kia: o Soul. Um crossover – se é que esse é realmente seu segmento – de desenho no mínimo diferente, mas bonito, em minha opinião, com preços bons (51.490 reais, preço de tabela), ótimos equipamentos, a garantia, e outros fatores. Os tempos mudaram, e realmente mudaram. E a maré está a favor das coreanas. O Cerato. Um sedan médio, podemos chamar assim, cujo preço parte de 47.900 reais, com um belo design, equipamentos chamativos e… A confiabilidade de uma coreana. Quem diria. cerato Não podemos deixar de lado a Hyundai. Apesar dos preços exorbitantes do i30, ela tem conseguido boas vendas. Em 12 dias, 957 unidades do Tucson foram vendidas, e 539 unidades do i30 foram vendidas. Como eu disse ao longo deste post, os fatores para esse sucesso foram o preço e as novidades, digamos assim, que abalaram ao mercado. O sucesso influenciou diretamente a outros fatores que também ajudaram, como o preço. A confiabilidade, já citada aqui, ajudou bastante. A confiabilidade de um carro coreano hoje não é a mesma que um proprietário de um Accent tinha há 14 anos atrás. Outra coreana presente no Brasil é a Ssangyong. Em contrapartida, ela não possui vendas significativas, talvez seja pelo design polêmico de seus carros, muito julgado por especialistas em design. O modelo mais caro da marca é o Rexton II 2.7, que custa 149.900 reais. SsangYong-Actyon_2006_800x600_wallpaper_03 Tem gente que apóia a Indústria nacional. Eu apóio também, mas sou totalmente a favor da vinda de carros como os da Kia e Hyundai. Por falar em importação… Enquanto as coreanas fazem a festa, os chineses não tem nada a comemorar. Marcas como Chana, CN Auto e Effa são imperceptíveis no mercado brasileiro. Além da fama de serem chineses, tem o fator da publicidade, onde a Kia e a Hyundai tem investido fortemente. As chinesas? Nem sonham. Sucesso às coreanas, e que venham mais investimentos, como fábricas no Brasil. Elas só tem a ganhar. E a crescer.