Mesmo com muita chuva Rubinho é pole no GP do Brasil

Brasil / F1

Mesmo com muita chuva Rubinho é pole no GP do Brasil

Brazil Auto Racing F1 GP Em um treino classificatório com quase 3 horas de duração, interrompido várias vezes por causa da forte chuva que caía em São Paulo, Rubens Barrichello conquistou a pole position para o GP do Brasil de Fórmula-1. E o melhor de tudo, é que Jenson Button e Sebastian Vettel, que também brigam pelo título, irão largar no final do grid. Com todos os fatores propícios para sua vitóra, Rubinho ainda corre em sua terra natal. Caso vença a corrida de amanhã, ele chegará à última corrida da temporada, em Abu Dhabi, na briga pelo título com Jenson Button, líder do campeonato, e que está a apenas 14 pontos de distância. A corrida tem largada às 14h (de Brasília). 1344063-3582-atm14 Logo na Q1, no início do treino, o italiano Giancarlo Fisichella, da Ferarri, rodou e deixou o carro apagar no meio da pista. Após a retirada do carro, o treino recomeçou e Vettel, que ainda tem chances de título, foi eliminado, junto com ele ficou Lewis Hamilton, da McLaren. A segunda parte do treino também sob muita agua. E logo no começo, o italiano Vitantonio Liuzzi, da Force India, deu um susto ao bater forte no muro dos boxes. Outro bandeira vermelha e outro interrupção, que desta vez durou muito mais. Muito molhada, a pista oferecia risco à segurança dos pilotos, e tiveram que esperar a água escoar.  1344056-5095-atm14 Com ameaça de interrupção, o Q2 reiniciou quase uma hora e vinte depois. Já com a pista mais seca, o treino ficou mais emocionante. Barrichello fez um dos primeiros tempos, mas foi caindo conforme a pista foi secando. Ficou em 10º, na linha de corte para a Q3. Button não teve a mesma sorte e largará em 14º.    No Q3 a emoção tomou conta da arqibancada. Nico Rosberg, da Williams, e Jarno Trulli, da Toyota, chegaram a marcar o melhor tempo, mas a briga ficou entre Mark Webber, da Red Bull, e Rubinho. O brasileiro fez um bom tempo, mas foi batido pelo australiano. Na terceira tentativa, Rubinho foi mais rápido e superou o adversário, langando na pole, para a alegria da torcida brasileira. AUTO-F1-BRAZIL-PRACTICE-BARRICHELLO

Grid de largada do GP do Brasil:

1º – Rubens Barrichello (BRA) Brawn-Mercedes – 1m19s576
2º – Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault – 1m19s668
3º – Adrian Sutil (ALE) Force India-Mercedes – 1m19s912
4º – Jarno Trulli (ITA) Toyota – 1m19s097
5º – Kimi Raikkonen (FIN) Ferrari – 1m20s168
6º – Sebastien Buemi (SUI) Toro Rosso-Ferrari – 1m20s250
7º – Nico Rosberg (ALE) Williams-Toyota – 1m20s326
8º – Robert Kubica (POL) BMW Sauber – 1m20s631
9º – Kazuki Nakajima (JAP) Williams-Toyota – 1m20s674
10º – Fernando Alonso (ESP) Renault – 1m21s422
11º – Kamui Kobayashi (JAP) Toyota – 1m21s960
12º – Jaime Alguersuari (ESP) Toro Rosso-Ferrari – 1m22s231
13º – Romain Grosjean (FRA) Renault – 1m22s477
14º – Jenson Button (ING) Brawn-Mercedes – 1m22s504
15º – Vitantonio Liuzzi (ITA) Force India-Mercedes – sem tempo
16º – Sebastian Vettel (ALE) Red Bull-Renault – 1m25s009
17º – Heikki Kovalainen (FIN) McLaren-Mercedes – 1m25s052
18º – Lewis Hamilton (ING) McLaren-Mercedes – 1m25s192
19º – Nick Heidfeld (ALE) BMW Sauber – 1m25s515
20º – Giancarlo Fisichella (ITA) Ferrari – 1m40s703