Novo Polo está cada vez mais próximo do Brasil

Volkswagen

Novo Polo está cada vez mais próximo do Brasil

Polo1 A Volkswagen está se preparando para produzir o Polo na Índia no início de 2010. Trata-se da quinta e mais recente geração do compacto, hoje só vendida na Europa. Poderá vir com um interior mais simples e com menos acabamento. Em outras palavras, apropriado para o nosso mercado. Apesar dos escândalos com os motores 1.0 e 1.6 (com riscos de explosão e entre outras coisas), a Volkswagen está melhorando sua posição com relação ao mercado brasileiro. Apesar de ter o Gol como o carro mais vendido do Brasil, a Fiat consegue números superiores aos da Volkswagen na maioria das categorias, por saber explorar melhor nosso mercado. Fox1 Com o lançamento do Novo Fox, podemos notar que o novo estilo da Volkswagen, que fora usado primeiramente na Europa no Scirocco, Polo e outros modelos, chegou finalmente aqui. Os faróis do Novo Fox são semelhantes ou iguais aos do Polo europeu. Bom sinal? Talvez sim. O Fox custa a partir de 29 mil reais, mesmo com faróis de parábolas simples, transmite elegância e esportividade. O Gol também transmite um design esportivo. Talvez a Volkswagen esteja querendo largar seu estilo básico e simples nos carros de entrada (vide Gol G4), além da melhora nos acabamentos e no interior. Fox4 Mas voltando ao Polo Europeu na Índia: sendo o mercado do país citado um dos mais promissores do mundo, a Volkswagen tem interesse em produzir o veículo lá, simplificado e, consequentemente, barateado. E é nesse ponto que o Brasil entra. Seria o mais viável. Não é só a VW que desenvolve carros baratos se baseando nos mais caros. Todas as montadoras que querem explorar estes mercados em desenvolvimento fazem o mesmo. Por exemplo, os próximos carros que a Chevrolet lançará por aqui terão projeto chinês (não os subestime, são mais bonitos que o Agile).  DB2009AU01275 A nova geração do nosso Ford Fiesta também virá da Índia (o Fiesta europeu chegará para um segmento superior). Já o Peugeot 308 sedan foi projetado na China, assim como o C4 Pallas. São modelos mais atualizados, próximos do padrão Europeu, mas que não são tão equipados. Enfim, é aguardar pra ver. Mas a Volkswagen só tem a ganhar.

  • Eu gostei do post, Johanns.
    Ficou muito bem feito.

    Creio que o caminho das montadoras seja esse mesmo, carros baratos e de qualidade. Só assim vão conseguir cada vez mais consumidores e um retorno financeiro.

    Abraços.