DianZi Neo, compacto elétrico será vendido no Brasil em breve

DianZi Motors / Lançamentos / Sustentabilidade

DianZi Neo, compacto elétrico será vendido no Brasil em breve

A DianZi Motors, uma empresa nacional, lançará ainda neste ano o primeiro veículo elétrico do Brasil para comercialização em massa, trata-se de um compacto urbano importado da China, onde é produzido pela Anhui Anchi. O carrinho é bastante compacto, com duas portas e espaço para quatro passageiros.
O carro será batizado de Neo por aqui. O DianZi (eletricidade em Mandarim, idioma oficial da China) Neo terá vidros e travas elétricas, faróis de neblina, rodas de 15 polegadas e repetidores de pisca nos retrovisores. Como opcionais possui alarme, bancos em couro sintético, sensor de estacionamento e películas. Direção hidráulica, ar-condicionado e airbags não são citados.
Na questão beleza o carrinho se dá bem, mas isso está longe de ser suficiente. O motor elétrico gera apenas 8,8 cavalos, porém com picos de 20 cv, suficiente para levar seus 850kg à velocidade máxima de 80 km/h. A Autonomia é de 150 km com velocidade constante de 55 km/h. As baterias de chumbo demoram 8 horas para serem carregadas. Em quatro horas é possível carregar 80% da capacidade.
A marca inicia suas operações em abril, e o preço do Neo ficará entre 55 e 65 mil reais (obrigado ao leitor “Pintomix” pelo dado). Para este carrinho fazer sucesso será necessário uma boa divulgação e alguns detalhes irão atrapalhar, como falta de ar-condicionado, direção hidráulica, ABS e airbags. Talvez estejam alguns deles disponíveis, mas não foram citados até aqui. As baterias poderiam ser de lítio, porém estas são mais caras e o preço será de fundamental importância. É esperar para ver.

Fonte | Auto Diário

  • Até que ele é bonitinho

  • Madalena

    Apesar do valor ser meio alto, acho que compensa. Um carro com motor elétrico é mais vantajoso para o proprietário e para a natureza.

    Abraços!

  • Pintomix

    Conforme e-mail que recebi em resposta a uma consulta sobre o preço do carro, ele deverá custar entre 55 e 65 mil reais.