Aston Martin chegará ao Brasil em maio

Aston Martin / Lançamentos

Aston Martin chegará ao Brasil em maio

Aston_Martin-V8_Vantage_2007_800x600_wallpaper_06 Em maio, a marca britânica Aston Martin chega ao Brasil. A marca, conhecida por produzir os carros do espião James Bond na saga "007", irá inaugurar a primeira revenda oficial do Brasil em dois meses. Em destaque, estão o V8 Vintage, por R$ 700 mil, DB9 por R$ 900 mil e DBS, por R$ 1.300 milhão. Modelos como V12 Vantage e Rapide chegarão em breve, inclusive o Cygnet, que deve chegar em 2012. A iniciativa é de Sergio Habib, empresário, ex-presidente da Citroën no Brasil e atual importador oficial da Jaguar. Habib começou a dialogar com a marca há 7 anos, mas só conseguiu fechar acordo agora. "Há um público muito interessado nessa classe de carros", afirma Habib. "Um Aston Martin é muito mais que apenas desempenho. Uma Ferrari, por exemplo, é motor, suspensão e freio. Um Aston é muito mais que isso, há um envolvimento com o prazer de dirigir. Está até na chave, o prazer de fazer a ignição e oubir o motor", explica o empresário, referindo-se ao modo convencional de partida dos veículos da marca.  Aston_Martin-DBS_2008_800x600_wallpaper_09 A operação da concessionária da Aston Martin, em São Paulo, seguirá a linha das demais lojas da montadora inglesa pelo mundo. O cliente pode escolher cada detalhe de seu carro em um pedido que é diretamente enviado à fábrica. Apesar disso haverá um showroom com unidades de pronta entrega para "compras impulsivas". Segundo Habib, metade dos clientes de veículos de luxo realizam a compra após ter ganho uma grande quantia inesperada de dinheiro, como na loteria. Por isso, cerca de 20 dos 40 carros da Aston Martin deverão ser vendidos para recém-milionários. Aston_Martin-Rapide_2010_800x600_wallpaper_0b Os modelos vendidos aqui poderão rodar com etanol. Os motores foram adaptados pela fabrica inglesa, mas a recomendação é usar gasolina de alta octanagem. A marca pretende dar uma atenção especial ao Brasil, com o propósito de superar as importadoras independentes. 

Fonte | Auto Esporte