Exclusivo: Chevrolet Ônix será baseado no Opel Agila

Chevrolet / Segredos

Exclusivo: Chevrolet Ônix será baseado no Opel Agila

Chevrolet Onix - 2012
Entre os lançamentos da Chevrolet previstos para o Brasil até 2012, o compacto que nascerá do Projeto Ônix é o mais misterioso. Tivemos acesso a algumas informações que revelam que quem cederá seu projeto ao novo modelo será o Opel Agila, e não o Chevrolet Spark (que acaba de ser lançado na Argentina, importado da Coréia) ou Chevrolet Sail, como era cogitado. As relações entre a Chevrolet do Brasil e a Opel realmente foram rompidas. No entanto, o Agila é nada mais que um Suzuki Splash com estética diferente. Com seus 3,74 metros de comprimento (um Clio tem 3,77m), 1,68m de largura e 1,59m de altura, se trata de um carro simples e compacto de vocação urbana.Na Europa o Agila nunca foi um grande sucesso de vendas. Seu substituto, o Allegra, já está em fase final de desenvolvimento, e deverá ser lançado no início de 2012. Em meados do mesmo ano a versão brasileira começará a chegar as lojas, mantendo as formas do Agila, mas com visual e interior bem diferentes. Ele ainda será equipado com versões atualizadas dos blocos 1.0 VHC-E e 1.4 Econo.Flex, mais potentes e econômicas.
Opel-Agila_2008_1600x1200_wallpaper_2e
O compacto sairá da fábrica da Chevrolet em Gravataí (RS), que recebeu investimento de US$ 1 bilhão para ampliar sua produção atual para 380 mil unidades anuais, 65% a mais que hoje. O Celta será mantido em linha como o carro mais acessível da Chevrolet e conviverá com o Ônix por alguns anos em sua versão duas portas.
Opel-Agila_2008_1600x1200_wallpaper_39
Projeção | Calango Design

  • Anônimo

    Mais uma vez o brasil toma projetos ultrapassados, mesmo sendo belo como esse Agila(Ônix). Além de possuimos projetos defasados e os mais caros do mundo, a GM como sempre, transforma este país em um reduto de "desova" da Europa.

  • Sim Renato, mas o lucro do Agile é acima do normal. E existem diversos exemplos de carros que não dão lucro às montadoras.
    38 mil e mais o cobrado peloas concorrentes.

  • Todos os carros existem para gerar lucros aos seus fabricantes.

    E o Cobalt, segundo se especula, não será um carro caro. O seu preço será equivalente a um Agile versão sedan – a partir dos 37/38 mil.

  • O Agile só existe para dar lucro. Ele é feito na Argentina porque os fornecedores de lá cobram menos, e por isso ele deveria custar aqui 4 mil a menos. Já o Cobalt usa uma variação da Gamma 2 para viabilizar as novas minivans. No entanto, não serão muito baratos.

  • Henrique, mas veja bem, mesmo o Onix sendo um carro de entrada, a GMB já trouxe a gamma II para cá.

    Já achei estranho a GM ter feito o Agile na arquitetura Viva (evolução da GM 4200), e em seguida desenvolver o GSV na gamma II.

    Agora, mais estranho ainda, é saber que o Onix será desenvolvido numa terceira arquitetura.

    [s]

  • Renato, seria lindo se tudo fosse assim. No entanto, para ser um carro de entrada no Brasil, onde o Celta é um Opel Corsa de quase 20 anos empobrecido.

    A Chevrolet perdeu o direito de produção da Tracker, porque era uma cópia do Vitara. Mas o Ônix aproveitará apenas a plataforma, um direito da GM, já que ela co-desenvolveu o último Agila (o 1° era apenas um Wagon+R). Seriam 3 anos de projeto perdidos…

  • Henrique, boa tarde!, será que não houve confusão com a sua fonte, sendo que seria muito mais sensato se o nosso Onix fosse o futuro Opel Allegra, com algumas "tropicalizações"?

    Afinal, a GMB já "em casa# a gamma II do GSV, Chevy Spark e Opel Allegra.

    Renato Passos, no final da aliança com a Fiat, a GM pagou U$2 bi, e ficou co-proprietária apenas dos diesel motores 1.3 cdti e 1.9 jtd.

    Já em relação a Suzuki, pelo que foi divulgado do cacelamento da aliança, a GM não ficou sócia da Suzuki em nada.

    [s]

  • De forma semelhante, a GM e a Fiat desenvolveram a linha de motores CDTi e Multijet, que ainda é utilizada por ambas mesmo após o fim da aliança entre elas.

  • Anônimo

    Perdoem o pastel: Opel Agila

  • Anônimo

    O Henrique está certíssimo! A forma do carro será a mesma do Oepl Agila, com desenho totalmente mudado, conforme checamos com nossas fontes. Parabéns pelo furo! Abraço!

    Glauco Lucena
    Redator-chefe – Revista Autoesporte

  • Renato, o desenvolvimento do projeto Ônix está rolando desde muito antes da VW comprar parte da Suzuki. Isso sem contar que parte do projeto pertence a GM.

  • Desculpe-me, mas essa informação é impossível de ser verdadeira. Para quem ainda não sabe, GM e a Suzuki romperam todas as alianças entre sí, depois que a VW comprou 20% do controle acionário da empresa nipônica.