Ford não ficou contente com “brincadeira” da concorrente Nissan

Ford / Nissan

Ford não ficou contente com “brincadeira” da concorrente Nissan

nissan_logo_1               ford%20logo
A Ford entrou com uma reclamação contra o comercial do Nissan Tiida ao Conar, órgão brasileiro responsável por organizar a publicidade do Brasil. O comercial retratava funcionários da Ford como rappers que faziam uma alusão ao valor do Ford Focus, R$ 3 mil mais caro que o Tiida. Durante o comercial, os funcionários da Ford exibem utopias econômicas como montanhas de dinheiro, chafariz de champagne e outros detalhes. Reconhecida recentemente pelas suas propagandas engraçadas e polêmicas, a Nissan já fez comerciais parecidos com a Livina e com a Frontier. Vale lembrar que propagandas desse tipo no Brasil não são permitidas no geral, ao contrário de outros países. A Nissan não se pronunciou, mas a maioria deve lembrar do vídeo cômico de desculpas após o comercial da Livina ser vetado. Provavelmente, acontecerá o mesmo. Se a Ford também apelasse para uma propaganda mostrando as qualidades do Focus, acirraria a disputa sem deixar de lado uma publicidade saudável.

Com informações do G1
  • Anônimo

    Ora bolas!!!! quem é a Nissan afinal? ela não mostrou nada no Brasil até agora,carros que super desvalorizam e não chamam a atenção e falar somente numa pequena diferença de 3 mil,que é isso!?! nã faz do Nissam mais barato não,mostra tambem que o deles tambem é caro então,e o pior é que não ressalltam em nenhum momento as qualidades do Nissam,se é que existem.Empresas deste porte deviam se manter inalteradas e não se portarem como débeis mentais com rusguinhas que denigrem a imagem de outros consagrados e desreipeitam os consumidores,ve se aprendem!!!!!!!!!!!!!Comercial não é isso,ainda mais usando esses caras idiotas que em vez de cantar fazem micagens.

  • Anônimo

    Interessante que quase não se fala das qualidades do Nissan e nem aponta defeitos no Ford, só se fala em preço, gostaria de saber a desvalorização de ambos, talvez os valor a mais seja compensado na revenda. A Nissan esqueceu de mostrar o dela e não achou defeito no Ford?