O que a Chevrolet reserva para o mercado brasileiro

Brasil / Chevrolet / Segredos

O que a Chevrolet reserva para o mercado brasileiro

chevrolet-colorado-rally-conceptff A GM tem sido pauta de muitas reportagens e críticas recentemente, principalmente pela desatualização de sua linha de modelos. Em 2009, foi anunciado um investimento gigantesco que tornaria possível a modernização rapidamente, até o ano de 2012. Desde aquele ano, só dois modelos inéditos foram lançados: o Agile e a Montana. A GM parece ter deixado o melhor para os 44 minutos do segundo tempo, e o que teremos a seguir na linha da marca é uma avalanche de lançamentos. Por isso, este post reúne as principais mudanças e substituições da Chevrolet até o ano que vem, incluindo lançamentos que ocorrerão até 2014.  ipanema-2
A GM é, digamos, guerreira. É uma sobrevivente de duas crises econômicas mundiais em um espaço de 80 anos, e tem uma tradição inigualável no mercado brasileiro. Teves modelos desejados, como o Omega, lançado em 1992, e o Vectra, que teve o início de suas vendas no ano seguinte. Hoje, dos 13 modelos nacionais/produzidos no Mercosul ou no México, 10 são modelos que não recebem atualizações significativas há mais de 4 anos. A seguir, você encontra a lista dos modelos que sairão de linha em breve, um histórico de sua atuação no Brasil e seus substitutos. 

Astraautowp.ru_chevrolet_astra_2.0_flexpower_elite_9

O Astra foi lançado no Brasil em 1995, importado da Bélgica nas versões hatch e perua, chamada de Astra SW. Era uma opção mais espaçosa para famílias que queriam um carro pequeno porém com quatro portas, o que o Kadett não tinha, e com a modernidade – e estética que a Ipanema também não tinh. A diferença nos preços era de aproximadamente R$ 2 mil, mas o Astra vinha mais completo que a versão básica do Kadett, lançado 6 anos antes. O Kadett saiu de linha em 1998, e o Astra ganhou uma nova geração em 1999, já fabricada no Brasil.
A SГ€rie Especial Advantage tambГ€m estВ· disponГЊvel na cor Vermelha

Com o design renovado, cativou os antigos proprietários do Kadett e proprietários de outros hatches médios, como o Golf, também recém reestilizado. O Astra perdera a versão station wagon, mas ganhou o sedan. Em 2004, 5 anos depois, recebeu a primeira reestilização, e, digamos, a única. Hoje, o Astra é vendido por 44 mil, e com pacote de equipamentos de fazer inveja em carros mais caros e menores, o que lhe garante boas vendas. Pena que demorou para a Chevrolet fazer isso. Seu substituto será o Cobalt, que, em tese, é a versão sedã do Agile, porém, construído a partir da plataforma do Corsa D europeu, ao contrário do Agile, que usa a plataforma do Corsa B, que tem quase 20 anos. O Sonic, hatch vendido em vários mercados, também chamado de Aveo, virá em 2012 para adotar os órfãos de um carro mais “esportivo”.

Celta e Prisma
2005 Chevrolet Celta Life. (Brasil) X05CH_CE001BR

O Celta foi lançado em 2000, sendo o novo popular da marca, promovendo o Corsa a um patamar superior. O Prisma veio em 2006, depois da primeira reestilização do Celta. Reestilizados – novamente – neste ano, e assim permanecerão até 2014, no máximo, quando serão substituídos pela família de veículos que está sendo projetada pela Chevrolet, inspirada no Opel Agila. Ainda não há muitas informações sobre o projeto, chamado de Ônix, mas sabe-se que atuarão no segmento dos subcompactos, segmento este que será inaugurado pelo futuro compacto da VW em 2013.

Corsa e Corsa Sedan
autowp.ru_chevrolet_corsa_3-door_1

Lançado em 1994 no Brasil como substituto do Chevette, se tornou um sucesso entre os populares na época. Hoje, tem a cara do Corsa europeu de 2001. Mesmo assim o Classic, antogo Corsa Sedan, lanaçdo em 1995 permanece no mercado até hoje. O Corsa hatch, atualmente é equipado com um único motor 1.4, e dá seus últimos suspiros enquanto o Agile, lançado em 2009, não assume seu espaço. Ele vende bem até hoje, mas a GM pretende aumentar o número das vendas do Agile, que já são boas. Já o Corsa Sedan, de fato, também será substituído pelo Cobalt. O Classic permanecerá em linha até 2014.

Meriva e Zafira
Chevrolet Meriva

Mesmo desatualizada, a Meriva ainda possui vários trunfos como o gigante espaço interno. Lançada em 2003, substituindo a antiga Corsa SW – que vendeu pouco no Brasil -, a Meriva permanece praticamente a mesma até hoje. Já a Zafira foi lançada em 2001, e nunca recebeu uma reestilização de grande porte. As duas serão substituídas por uma única minivan, de porte semelhante ao da Orlando. A minivan é chamada pela GM de projeto PM7, e será lançada em 2012. Como a Nissan Livina, terá opção de cinco ou sete lugares.

S10 e Blazer
autowp.ru_chevrolet_s-10_crew_cab_cn-spec_1

A substituta da S10 talvez seja a mais conhecida dentre os outros citados aqui, a Colorado Concept, revelada recentemente na Austrália e exposta há um mês no Salão de Buenos Aires, como conceito. Lançada em 1995, a S10 preserva itens da época até hoje, embora seu design tenha sido atualizado em 2001 e em 2008, assim como na Blazer, que será substituída por um SUV derivado da Colorado. A atual só é oferecida para frotistas. O preço da S10 irá aumentar, mas a versão de entrada poderá ser substituída por uma futura Montana cabine dupla que, de acordo com a revista Quatro Rodas, está em testes na Suécia.

Vectra e Vectra GT
Chevrolet Vectra Elegance 2.0

Estes dois saíram de linha há um mês, e serão substituídos pelo Cruze e pelo Cruze hatch, respectivamente. O Cruze chegará em agosto, fabricado em São Caetano do Sul em regime CKD (assim como o Vectra em 1993), com peças importadas da Coreia do Sul. Já o Cruze hatch só será lançado em 2012. Por enquanto as unidades do Vectra em estoque e o Astra continuarão representando a Chevrolet entre os médios. Uma curiosidade: o Vectra já saiu de linha 3 vezes, uma quando a GM deixou de produzir a primeira geração para lançar a segunda, outra quando ela ia lançar a ‘terceira geração’ em 2005 e a agora. a espera do Cruze. Desta vez é para sempre. Dizem que Jurassic Park 4 será uma homenagem ao Vectra. Resumindo: até ano que vem teremos como novos modelos, Cobalt, Sonic, nova S10, nova Blazer, Cruze, Cruze hatch, PM7. E até 2014, a mini-Captiva, que competirá com a nova geração do EcoSport, e a família de veículos que substituirá o Celta. E há três anos atrás, o mundo observava o império de Detroit tendo seus pilares destruídos…
autowp.ru_chevrolet_vectra_gt_7

  • Anônimo

    O Celta ainda não foi confirmado sua saída de linha. Enquanto estiver vendendo bem, a Chevrolet do brasil não pretende tirá-lo de linha. Já se estuda uma adaptação de dispositivos de segurança que será obrigatório em 2014 já que o antigo Corsa possuia. Lembram do Corsa GSI?

  • Ramon

    A Chevrolet está muito burra!