Lançamento do Fiat Freemont no Brasil ocorrerá hoje e na quinta-feira

Brasil / Fiat / Lançamentos

Lançamento do Fiat Freemont no Brasil ocorrerá hoje e na quinta-feira

free9  
O lançamento do Freemont contece hoje (quarta-feira) e amanhã (quinta-feira). Importado do México, o modelo é um Dodge Journey com grade e logotipos da Fiat. Os preços, de acordo com o site Carplace, irão de R$ 81.900 a R$ 86 mil, na faixa do segmento de crossovers. A questão são os equipamentos da versão de entrada, mais equipada até que o antigo Journey, como você acompanha a seguir. freemont_precision_052 
Serão oferecidas duas versões: Emotion e Precision. A Emotion oferece cinco lugares, ar-condicionado digital com regulagem individual para os passageiros da frente, sistema keyless, airbag duplo, freios ABS, ESP, piloto automático, sistema anti-capotamento e ocilação do trailer, tela touch-screen de 4,3 polegadas e com comandos de voz em inglês, sensor de pressão dos pneus, vidros elétricos nas quatro portas e com one touch down para o motorista, retrovisores eletrocrômicos, rádio com reprodutor MP3, entrada USB e Bluetooth, e entre outros equipamentos. O sensor de estacionamento é opcional. freemont_precision_063 
Já a Precision, top de linha, vem com sete lugares, airbags dianteiros laterais e de cortinas para as três fileiras de passageiros, sensor de estacionamento, vidros elétricos com one touch total (descida e subida), bagageiro no teto, porta objetos sob o banco do carona, bancos da segunda fileira com booster para crianças embutido, retrovisores rebatidos eletronicamente, rodas de 17 polegadas, sensor crepuscular, ar-condicionado automático de três zonas e banco do motorista com regulagem elétrica. Entre os opcionais, estão bancos de couro, na cor preto ou TAN, que custam R$ 2.000. Já o teto solar é oferecido por R$ 2.500. freemont_precision_056 
Ambas as versões serão equipadas com um motor 2.4 de 16 válvulas a gasolina, que rende 172 cavalos a 6000 rpm, com 22,4 Kgfm de torque máximo a 4.500 rpm. O câmbio é automático, de quatro marchas. O motor 3.6 V6 Pentastar fica para o Journey original, cuja versão reestilizada será lançada no fim do ano. Com isso, o Journey sobe um degrau, enquanto o Freemont assume o cargo da versão de entrada. freemont_precision_058 
As cores oferecidas para o modelo serão o Branco Caldo, Preto Etna, Vermelho Sfrontato, estas sólidas, e as metálicas Cinza Sfrenato e Preto Argento. O programa de relacionamento L’Unico, disponível no Linea, também será oferecido no Freemont. O clube resume-se a um conjunto de benefícios aos proprietários dos veículos. O SUV terá vantagens em relação à versão da Dodge: a gigantesca rede de concessionárias da Fiat, que soma 562 concessionárias por todo o Brasil. freemont_precision_061 
O Freemont vem na média do segmento, conforme afirmado anteriormente, mas o nível de equipamentos da versão de entrada não condiz com os concorrentes. Por 81 mil, boa parte dos veículos vendidos oferecem no mínimo 6 airbags. A Precision parece interessante, mas poderia ser mais barata (ou vários de seus equipamentos oferecidos na Emotion). Apesar disso, o 3008 tem um acerto mecânico (1.6 turbo + câmbio moderno) que o Freemont não tem. Nessa briga entre um americano radicado na Itália e um francês, talvez o consumidor só se decida depois de um test-drive. freemont_precision_081

Com informações do Autos Segredos 

O futuro sobre rodas!