PSA Peugeot-Citroën divulga os detalhes do novo motor 1.6 EC5

Citroën / Peugeot / PSA

PSA Peugeot-Citroën divulga os detalhes do novo motor 1.6 EC5

14_Linha de  motores
A PSA Peugeot-Citroën apresentou hoje no Centro de Produção de Porto Real o novo motor EC5. Resultado de um trabalho em conjunto entre os centros de desenvolvimento da empresa na América Latina, França e China, este novo motor 1.6 16v é, segundo a PSA, o mais potente de sua categoria produzido no Brasil. Este novo motor estreará no Peugeot 308, que segundo a própria Peugeot, chega no primeira semana de março, e se destaca pelo uso do sistema Flex Start, da Bosch, e por ter  recebido comando de válvulas de admissão variável.

Vamos por partes:

PSA_Motor_EC5O sistema Flex Start era o destaque do Polo E-Flex, que foi descontinuado e hoje está presente no Polo Bluemotion, que nada mais é do que um sistema que aquece os bicos injetores desde o momento que a porta do carro é aberta, abolindo o uso do famigerado tanquinho. Para isso, a galeria de combustível, foi totalmente redesenhada, há um novo software na ECU (central eletrônica), que gerencia a temperatura ideal para a queima, e uma unidade de controle de aquecimento (HCU), que controla o momento certo de aquecer o combustível. Já o.comando de válvulas variável (VVT) para a admissão, otimiza o funcionamento e contribui para que se tenha mais de 80% do torque já a partir de 1.500 rpm. Uma novidade importante é a utilização, pela primeira vez no país, de uma bomba de óleo variável, que ajusta automaticamente o fluxo de óleo enviado, de acordo com a rotação do motor e a carga, fazendo com que menos energia seja absorvida.
Peugeot-308
Com isso, há economia de combustível. “Nossa equipe de Pesquisa e Desenvolvimento trabalhou para dotar o EC5 com equipamentos modernos e ainda incomuns nos motores disponíveis no Brasil. Eles contribuem para seu bom desempenho e reduzem o consumo e as emissões. Como complemento, os pistões e anéis são “low friction”. O acabamento dos cilindros também usa este tipo de tecnologia para reduzir atritos. Já as bielas foram desenvolvidas para apresentar alto nível de resistência com baixo peso. O projeto do EC5 foi todo desenvolvido com foco na otimização de seu funcionamento com os combustíveis locais; por isso, a taxa de compressão da versão flex é 12,5:1. O resultado é um motor 1.6 16v que com gasolina gera 115 cv de potência máxima a 6.000 rpm, e, com etanol, 122 cv a 5.800 rpm. O torque máximo é de 15,5 kgfm (gasolina) e 16,4 kgfm (etanol), a 4.000 rpm. A Peugeot garante que este motor está 7% mais eficiente que o antigo 1.6 16v.