Eis a primeira imagem do Fusion 2013

Ford / Salão de Detroit / Segredos

Eis a primeira imagem do Fusion 2013

fordfusion2013ipadapp-opt-1
A Ford está trabalhando para globalizar seus veículos, e isso não é segredo para ninguém. O próximo passo da marca é lançar um novo sedan para substituir o Fusion e o Mondeo (vendidos principalmente na América e na Europa, respectivamente), e o modelo tem sido chamado de “Fusion 2013”. Com o Kinetic deixado de lado, a Ford tem apelado para novas linhas, e o resultado do sedan pode ser conferido acima. Sua foto surgiu a partir de um aplicativo para produtos da Apple lançado pela montadora, a fim de atrair a curiosidade do público, mas um suposto “erro” da marca teria publicado uma foto da dianteira do veículo. A partir da imagem acima, é possível constatar que trata-se de uma das maiores revoluções estilísticas da Ford desde a criação do estilo New Edge, que surgiu no Ka em 1996 e ganhou continuidade com algumas mudanças com o estilo Kinetic. Além disso, é possível notar também que a projeção do site Auto Express parece ser bem fiel e, se for tão fiel ao carro como foi na dianteira, a traseira também terá um design marcante. car_photo_466909_25
São linhas completamente diferentes do design da Ford que estamos acostumados. É quase como uma nova marca. Carros como a nova Ranger, a Territory e o Ecosport 2013 já possuem o novo visual da marca, mas o Fusion 2013 reforça o esforço da marca em construir uma nova identidade visual bem diferente da atual. Os faróis são longos porém finos, e a grade em forma de hexágono lembra a dos Aston Martin, assim como a do Fiesta ST e a do Focus EV. O logo da Ford estará no capô, assim como nos dois modelos acima. Esse tipo de visual deverá inspirar o Fiesta nacional, que estreará em 2013, conforme apurado pelo NA. Será uma adaptação desse novo estilo ao Kinetic, aplicado no New Fiesta. car_photo_466906_25
O Fusion 2013 será revelado por inteiro no Salão de Detroit. Portanto, muito provavelmente, daqui a cerca de dois dias, o modelo será conhecido por inteiro. Com isso, ele deverá chegar ao mercado norte-americano na metade do ano e, consequentemente, ao Brasil até o final do ano. Os preços não deverão sofrer alterações, já que o modelo é importado do México.

Com informações do Autoblog en Español