Peugeot lança dois novos modelos na Argentina

Citroën / Lançamentos / Peugeot / PSA

Peugeot lança dois novos modelos na Argentina

O 5008, de sete lugares, é o mais novo integrante, e fará concorrência amiga com  a Citroën C4 Grand Picasso na Argentina

Peugeot-5008_2010_1600x1200_wallpaper_09

A Peugeot lançou mais um modelo na linha do país dos hermanos, o monovolume 5008. Logicamente, estará situado um degrau acima do 3008 que, embora concorra com o Fiat Freemont, que possui sete lugares, não oferecia as duas poltronas a mais. A tarefa ficou, portanto, para o 5008, que possui a mesma plataforma e ideologia da Citroën Grand Picasso. O modelo é equipado com o mesmo motor 1.6 THP que equipa o 3008, a gasolina, que gera 156 cavalos, mas é possível que o modelo tenha futuras versões movidas a Diesel e uma versão automática. A transmissão, portanto, é manual com seis velocidades. Peugeot-5008_2010_1600x1200_wallpaper_14
Um de seus principais artifícios de venda será o seu preço, bem mais baixo que o da C4 Grand Picasso. Ela custa a partir de R$ 70.667 (164.000 pesos), na versão Allure, que oferece, além do ar-condicionado, vidros elétricos e equipamentos comuns em veículos desta faixa de preço, ela vem com freios ABS, ESP (controle de estabilidade), controle de tração, seis airbags (inclusive o de cortina, que abrange as três fileiras), sistema Isofix e entre outros equipamentos. Já a Allure Plus acrescenta um interessante sistema multimídia com uma tela de sete polegadas para a segunda fileira de passageiros, ar-condicionado bi-zone, head-up display (um projetor de velocidade e outras informações também presente no 3008 Griffe), teto-solar panorâmico e entre outros equipamentos. Peugeot-5008_2010_1600x1200_wallpaper_20
Com isso, o 5008 passa a custar R$ 79.716. (185.000 pesos) Já a C4 Grand Picasso custa a partir de R$ 84.671. A garantia, como a maioria dos Peugeot daqui, é de 3 anos ou 100.000 km. Considerando que a Grand Picasso por aqui custa R$ 91 mil, o 5008 não teria espaço no Brasil devido a proximidade de preços entre o 3008 e o monovolume da Citroën. Mas…

O 308 CC também chegou à Argentina… Desatualizado

Peugeot-308_CC_2012_1600x1200_wallpaper_01
Sempre houve o consenso de que os carros lançados na Europa chegavam ao Brasil depois de atrasos em relação ao lançamento original. Isso deve-se a diversos fatores, entre eles a diferença de fatores físicos entre as duas regiões (América do Sul e Europa) ou até mesmo como uma opção das montadoras. Quando o 308 reestilizado foi apresentado na Europa, fazia pouco tempo que o tal 308 estava em testes na Argentina, pois já faziam anos desde que o 307 havia sido aposentado por lá. Houve, portanto, uma preocupação de que o modelo testado fosse o 308 antigo. Para a surpresa da maioria, o 308 lançado na Argentina há pouco tempo foi atualizado de acordo com a nova identidade visual da marca. Peugeot-308_CC_2012_1600x1200_wallpaper_08
Apesar disso, as mudanças por enquanto ficarão limitadas à versão hatch. O 308 conversível, chamado de 308 CC, chegou à Argentina importado da Europa, onde não foi atualizado. Apesar disso, o modelo preserva boa parte do 308 argentino, já que as mudanças foram pontuais – apenas na inclusão dos novos emblemas. Será uma opção mais em conta ao RCZ. O 308 CC custa 214.000 pesos, o equivalente a R$ 92.212, enquanto o RCZ custa 222.000 pesos, ou R$ 95.659. Assim como o RCZ, vem equipado do motor 1.6 THP, de 156 cavalos. Peugeot-308_CC_2012_1600x1200_wallpaper_0b
O preço alto é justificado por ser equivalente à versão mais completa do 308, com ar-condicionado dual zone, faróis direcionais bi-xenônio, luzes diurnas de LEDs, lanternas de LEDs, seis airbags, freios ABS e rodas de 17 polegadas. A única opção de transmissão é a Tiptronic, automática. A garantia é a mesma do 5008, ou seja, três anos de cobertura ou a quilometragem de 100.000 km. Com uma probabilidade maior de chegar ao Brasil em relação ao 5008, o 308 CC chegaria bem mais caro ao Brasil por ser importado da Europa, o que acarretaria em preços bem acima dos R$ 110 mil. Mesmo com o preço mais alto em relação ao vendido na Argentina, será ainda mais barato que o RCZ, comercializado por R$ 139.000.

Com informações do Autoblog en Español (1 e 2)