Guia F1 2012 – McLaren: Mais do Mesmo. Será?

F1 / McLaren

Guia F1 2012 – McLaren: Mais do Mesmo. Será?

Por Pedro Ivo Faro
Ham-But-MP427-Reveal

Pelo carro, pelos pilotos, pela performance… Por tudo enfim, a McLaren segue a máxima do “mais do mesmo” para 2012. A cúpula da equipe não sofreu grandes mudanças, a dupla de pilotos permanece a mesma, o potente e confiável motor Mercedes segue equipando os bólidos cromados, e assim a coisa vai em frente. É com esse conjunto que o time de Woking tem sua maior ambição: destronar de vez a Red Bull e se sagrar campeã novamente, de preferência com menos aperto que foi em 2008. Não há como negar que no certame do ano passado eles foram evoluindo de maneira galopante, a ponto de chegar bem perto dos rivais rubro-taurinos nas últimas etapas. Se o campeonato tivesse umas 3 ou 4 corridas a mais, talvez a história até fosse diferente, quem sabe… Entretanto, o foco todo agora é no futuro, e parece que desde já os ingleses estão colhendo bons frutos, como os testes na Espanha vêm demonstrando. Se a McLaren em 2012 for realmente o “mais do mesmo”, é bom a Red Bull ter medo e começar a se mexer.

O carro: MP4/27

2012-03-02_mclaren

O mais novo MP4 segue uma evolução conceitual de anos a fio. Enquanto todos os adversários têm adotado o “bico ornitorrinco”, a McLaren, não. O bico simplesmente faz uma curva que se adequa de maneira perfeita ao regulamento, que detém altura máxima de 55 cm para esta parte do veículo. Basta ver os modelos do começo dos anos 2000 até agora para constatar que a McLaren realmente vem seguindo uma lógica nesse desenho do carro, com o bico sempre baixo, e graças a isso, tem o modelo mais bonito do circo até agora, sem sombra de dúvida. O motor Mercedes, claro, segue como grande trunfo do bólido, a ponto de render melhor até que na própria equipe oficial da Mercedes.

Os Pilotos:

Lewis Hamilton:
Lewis Hamilton of Great Britain and McLaren is interviewed by the media following day three of Formula One winter testing

A McLaren é o único time do campeonato que conta com dois campeões em seus cockpits. Sendo que o desempenho dos dois é tão regular e equilibrado que é difícil dizer quem é primeiro e segundo piloto. Hamilton segue, como sempre, buscando vitórias e o título, ainda que, de acordo com Bernie Ecclestone, um dos maiores cartolas da FIA, ele corra sob a ameaça de sair da McLaren caso a performance do time seja ruim. Entretanto, o jovem e agressivo piloto inglês pode sim fazer muita coisa, mesmo com um carro ruim (vide 2009!). É só lembrar de não bater em Felipe Massa de novo… Jenson Button
Jenson Button

Um dos pilotos mais cheios de reviravoltas da F1 atual, Button, diferentemente de Hamilton, tem um estilo mais cerebral e contido de guiar. Entretanto, do meio para o fim de 2011, mostrou-se pra lá de brigador quando necessário. O próprio Jenson já disse que um título pela McLaren teria um sabor especial, e se vier mesmo, não será surpresa se acontecer em uma reviravolta. Nada mais comum, para um piloto que surgiu como revelação, foi dado como desacreditado pelo circo e, do nada, ressurgiu num carro vencedor e arrancou um título mundial. E, ao se transferir para a McLaren, quando todos pensavam que ele se apagaria novamente, tem feito um belo trabalho ao lado do companheiro de equipe. Talvez a estrela de Button esteja brilhando tanto a ponto de começar a ofuscar Hamilton, numa briga totalmente doméstica da Inglaterra, onde o público e a Fórmula 1 como um todo só têm a ganhar.