Caso Veloster – Governo poderá multar Hyundai por ficar devendo 12 cavalos

Brasil / Inverdades

Caso Veloster – Governo poderá multar Hyundai por ficar devendo 12 cavalos

autowp.ru_hyundai_veloster_22
Malditos pôneis! Um parecer do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) investigou a respeito do motor usado no Hyundai Veloster no Brasil a pedido DPDC (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor), e constatou que, ao contrário dos 140 cavalos anunciados pela fabricante, o motor gera entre 126 e 128 cavalos. A confusão começou em meados de 2011, quando algum tempo antes de lançar o Veloster a fabricante veiculou em comerciais de televisão um reclame que apontava que seu motor teria 140 cavalos (video acima). Este comercial, oriundo de um video de divulgação mundial, o divulgava com o motor 1.6 GDI, com 140 cavalos. A propaganda curiosamente foi editada, mas quando o Veloster foi lançado a potência anunciada foi de 140 cavalos, o que fez muitos pensarem que o modelo havia chegado com injeção direta de combustível. A Hyundai logo desmentiu, afirmando que seu cupê possui motor 1.6 com a convencional injeção MPI, mas que devido à adaptação a nossa gasolina ganhou 12 cavalos. Foi este ganho, que nem modelos adaptados para rodar com etanol conseguem, que gerou desconfiança. Após teste em dinamômetro, o parecer apontou que o motor gera no máximo 128 cavalos. É basicamente o mesmo motor do Kia Cerato, acertado para o Veloster. autowp.ru_hyundai_veloster_21ss
Usuários do Fórum das três portas que compraram as primeiras unidades do Hyundai Veloster se dizem um pouco decepcionados por seu carro andar mais devagar que um Honda Fit, por exemplo. Mas os que compraram nos meses seguintes dizem não ligar para este detalhe. “O carro é fantástico, e para desfilar não é necessário motor”, aponta o usuário Agnaldo, proprietário de uma rara unidade vermelha, como o do comercial. Para escapar da multa, que pode chegar a R$ 3 milhões, a Hyundai prepara argumentos para se defender. Segundo ela, o ganho de potência só foi possível devido às tecnologias (as melhores…DO MUNDO) presentes no motor. Uma das possíveis causas poderia estar no óleo, que usa lactobacilos vivos como aditivo. No momento do teste do Denatran eles poderiam estar mortos, segundo a fabricante sul-coreana. 1° de abril Segundo amigos, esta foi a mentira com mais verdades deste ano. Toda a questão que envolve o motor é verdade, mas o DPDC não está investigando o caso, nem a Hyundai irá levar uma multa. Ah… A Hyundai não usa lactobacilos vivos em seu óleo, mas sim bacilos dan-regularis, responsáveis pelo controle de emissões… inverdades Automotivas - Cópia