Produção, exportação e vendas de importados em queda no Brasil

Brasil / Mercado

Produção, exportação e vendas de importados em queda no Brasil

descarregamento-de-carros-paranagua-foto-appa
Não está fácil para ninguém. Tanto a Associação Brasileira das Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva), como a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) registraram queda nos setores que atuam no acumulado deste ano. Em comparação com o mesmo período do ano passado, a produção, exportação e vendas de importados caíram no Brasil. Entre janeiro e maio, a produção de veículos caiu 9,5%, numero que se deve principalmente à retração dos setores ônibus e caminhões. A queda na produção de caminhões foi de 32,8%, com o montante de 54,1 mil unidades, enquanto os 12,3 mil ônibus fabricados no período representam uma retração de 31%. Enquanto isso, os 1,2 milhão de automóveis e comerciais leves produzidos de janeiro a maio representam queda de 7,8% na produção, segundo a Anfavea. A mesma entidade também registrou uma queda de 12,3% nas exportações em 2012. Foram 197,1 mil veículos enviados ao exterior este ano, entre automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões. Neste caso, a maior redução se deu na exportação de automóveis e comerciais leves, com a retração de 12,4%, enquanto ônibus amargaram queda de 10,4% e caminhões de 10,6%. Os dados divulgados pela Abeiva já eram esperados, por conta do aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para importados. Em maio, os modelos trazidos por suas afiliadas (montadoras sem fábrica no Brasil) registaram 12,3 mil emplacamentos, volume que representa uma queda de 35,6% em relação ao mesmo período do ano passado, mesmo que tenha superado os números de abril em 4%. Via | All the Cars