Renault aumenta em 25% sua capacidade de produção de motores no Brasil

Brasil / Renault

Renault aumenta em 25% sua capacidade de produção de motores no Brasil

Ampliação Fábrica 3_baixa
A Renault anunciou ontem (2) a expansão no setor de produção de motores do Complexo Industrial de São José dos Pinhais, no Paraná. O setor que já produziu 2,5 milhões de motores (dentre os quais 1,2 milhão importados para outros países da América do Sul) desde sua abertura em 2009 irá ganhar 5.000 m², o que possibilitará a expansão da produção para 500.000 motores anuais, 100.000 a mais do que a produção atual.
Vista Aérea CAS_baixa
Entretanto, em 2011, foram 335.813 blocos produzidos. Uma expansão sem que a fábrica esteja operando no limite só mostra o esforço da Renault em seu plano de, até 2016, atingir a representação de 8% do mercado brasileiro. O Brasil é o segundo maior mercado da montadora, atrás apenas do seu país-sede, a França.
Acompanhando a meta, a Renault atingiu um crescimento de 37,5% nas vendas no país em 2011 em relação a 2010, com 110.536. Boa parte das boas vendas deve-se à família Logan, que engloba Sandero e Duster, todos produzidos em São José dos Pinhais. Até 2016, sabe-se que virão as novas gerações do Logan e Sandero, previstos para o ano que vem, que serão mais competitivos tanto em design quanto em espaço interno e o Clio reestilizado, que deverá ser apresentado ainda neste ano. E como não há carro sem motor, o investimento se faz mais que necessário.
Fonte | Renault