Bosch anuncia sistema de injeção direta para motores flex

Curiosidades / Mercado / Tecnologia

Bosch anuncia sistema de injeção direta para motores flex

Ford EcoBoost Engine
Durante o 21° Congresso SAE, que acaba hoje em São Paulo, a Bosch apresentou um sistema de injeção direta flex, para ser empregado em motores bicombustíveis. Segundo a empresa alemã, a tecnologia proporciona maior torque e potência com menor consumo e emissões. Esta tecnologia poderá vir a ser empregada em breve nos carros nacionais, dadas as exigências de eficiência do novo regime automotivo anunciadas há pouco pelo governo brasileiro. Ele prevê que carros que fizerem pelo menos 17,26 quilômetros por litro com gasolina ou 11,96 quilômetros por litro com etanol vão pagar menos impostos (veja aqui). A injeção direta bicombustível proporciona economia em torno de 15% no consumo e torque até 5% maior, segundo Martin Leder, chefe de engenharia avançada da Bosch. Com o sistema a mistura ar/combustível se forma diretamente na câmara de combustão, havendo melhor pulverização do combustível e queima mais eficiente, gerando mais torque e potência. Hoje a injeção direta para motores ciclo otto só está disponível em veículos importados, geralmente os europeus e norte-americanos, e muitas vezes as fabricantes evitam enviar carros com esta tecnologia para o Brasil, como é o caso das sul-coreanas Kia e Hyundai. A Bosch garante que já está trabalhando junto às montadoras instaladas no Brasil para a implementação dessa tecnologia. Fonte | Automotive Business