Pagani Huayra ainda não pode rodar nos EUA

Lançamentos / Pagani

Pagani Huayra ainda não pode rodar nos EUA

Superesportivo deverá receber modificações para se adequar ao regulamento automotivo do paíspagani-huayra-01 Em setembro de 2012 a Pagani, marca italiana de superesportivos, confirmava a chegada do Huayra aos Estados Unidos. Passados quase quatro meses do anúncio, o modelo ainda não ganhou as ruas do país norte-americano por não estar adequado às especificações do regulamento automotivo da terra do Tio Sam. Os principais ítens a ganharem modificações, estão ligados às questões de segurança. Mesmo assim, o veículo que nem começou a ser comercializado já surpreende a própria fabricante: a marca italiana pretendia vender 15 unidades do superesportivo em solo norte-americano mas já recebeu 18 encomendas do modelo. Com valor de US$ 1,6 milhão, a meta da Pagani é vender cerca de 105 unidades do Huayma ao redor do mundo. Com mecânica Mercedes, o bólido usa motor AMG V12 biturbo de 6.0 litros, com 700 cv e 100 mkgf de torque máximo. Acoplado ao bloco, está uma transmissão automatizada de dupla embreagem de sete marchas. A carroceria é de fibra de carbono entrelaçada por titânio, o que garante rigidez e baixo peso. O peso total do superesportivo é de 1350 kg. Fonte | Motor Dream