Uma estrela, uma hélice e um escudo

BMW / Mercedes-Benz / Porsche

Uma estrela, uma hélice e um escudo

Por Thiago Ramos

autowp.ru_mercedes-benz_ml_63_amg_au-spec_5
Três objetos plagiam-se pela mesma mágica. Eles detém o incrível poder de arremessar mais de duas toneladas até os 100 km/h em menos de 5 segundos.  As alemãs Mercedes-Benz, BMW e Porsche revezam-se pela disputa de marca dos sonhos. ML 63 AMG, o X6 M e Cayenne Turbo S não só recheiam o sono dos (não tão) garotos, como também rondam o imaginário feminino. Pudera também: eles são inteligentes, fortes, grandes e bonitos – impossível resistir.

A Mercedes-Benz, ao expor sobre suas rodas de 21 polegadas a potência de 510 cv estruturada entre os metais de um V8 6.3L biturbo, realmente fez por onde sua estrela brilhar. O ML 63 AMG faz-se presente pela sobriedade escondida por detrás da agressividade. Deveras não é de se suspeitar um torque de 64,24 kgfm em um veículo tão grande.
P90045797
A Motorsport levou bastante a sério essa história de SUV. O X6 M comporta 555 cv de potência. Trata-se de um motor 4.4 V8 biturbo. A máxima, em km/h, limitada de forma eletrônica, alcança os 250. Tudo no automóvel é o diferencial: desde o interior até as rodas aro 20. São tantas comodidades, como o modo de “condução mais esportiva” e o “Controle Dinâmico de Performance”, que chega a aparentar que a aceleração de 4,7 segundos da inércia aos 100 km/h passa despercebida.
P90045798
O escudo para representar tradição. O título Porsche Cayenne Turbo S é repleto de imponência. A brutalidade dos 4,5 segundos de 0-100 km/h juntamente ao torque de 76,4 kgfm faz honra a todo o respeito. São 283 km/h de máxima velocidade e 550 cv de potência total. Incluem-se a “Combinação da Suspensão Pneumática com o Controle Ativo dos Amortecedores” e o “Porsche Dynamic Chassis Control” como alguns dos sistemas de controle especiais do utilitário. Importante salientar os belíssimos aros 21, o painel em fibra de carbono e as cores do interior – que podem ser definidas com variedade de combinações.
Cayenne Turbo S
Repensando em miúdos, não pode-se afirmar por certeza em ate qual ponto um alemão classifica-se em: utilitário, utilitário-esportivo ou esportivo. Carrocerias enormes e pesadas rodando com performance e apropriando-se de suspensões e freios de precisão não cabe definição; ainda. Resta, por unicidade, encaixarem-se mesmo em: Mercedes, BMW e Porsche.
Cayenne Turbo S