Antonio Maciel Neto é o novo presidente executivo do Grupo CAOA

Hyundai / Subaru

Antonio Maciel Neto é o novo presidente executivo do Grupo CAOA

Executivo que tirou a Ford de crise entra no lugar do fundador da CAOA

mi_27558515649487580 Com carreira marcada por ter tirado a Ford do Brasil de uma de suas mais graves crises, Antonio Maciel Neto é o novo presidente executivo do Grupo CAOA. Desde 2006 presidindo a Suzano Papel e Celulose, Antonio volta ao setor automotivo entrando no lugar do fundador e sócio-controlador da CAOA, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, que deve deixar as suas funções executivas e passa a ocupar a presidência do conselho de administração do grupo. Hoje o Grupo CAOA está por trás de uma grande rede de concessionárias, inclusive da Ford, da importação dos carros da Subaru, e da produção em Anápolis do Tucson e dos caminhões HD78 e HR, além da importação dos carros da sul-coreana. hyundai
Há ainda o desejo por parte de Carlos Alberto de lançar uma nova montadora nacional. O projeto, segundo fontes ligadas à indústria, já conta com grande simpatia por parte do governo federal, que por sua vez estaria disposto a financiar, via BNDES, esta nova montadora. A presença de Antonio Maciel Neto à frente da empresa, neste caso, é bastante importante.

Nos tempos da Ford…

Maciel entrou na Ford em julho de 1999 com a grande responsabilidade de tirar a empresa de uma de suas mais graves crises no Brasil. O fim da Autolatina, uma joint-venture com a Volkswagen, deixou a empresa sem produtos e com uma baixíssima participação de mercado, abaixo de 7%. Maciel foi atrás de uma fábrica fora de São Paulo, que terminou sendo instalada em Camaçari (BA). Inaugurada em 2001 a fábrica se tornou responsável pela produção dos frutos do projeto Amazon, que nasceu da idealização do EcoSport e que também possibilitou  o lançamento do Fiesta, sendo este o primeiro modelo produzido por lá. Superando rumores que diziam que a Ford fecharia sua filial brasileira, Maciel deixou a Ford em 2006, já com 10% do mercado. Desde então esteve à frente da Suzano.