Nissan entrega dois LEAF para frota de táxis do Rio de Janeiro

Brasil / Nissan

Nissan entrega dois LEAF para frota de táxis do Rio de Janeiro

Sede da fabricante no Brasil passa a ser no Rio de Janeiro

040fbccd-6542-41d4-8b9e-4a75bfd66bd3
Junto a tantos Meriva, Grand Siena e Cobalt, passam a circular como táxi a partir de hoje na cidade do Rio de Janeiro duas unidades do Nissan LEAF. Os dois carros elétricos fazem parte de um programa envolve a Prefeitura do Rio, a Nissan e a Petrobras Distribuidora. Algo parecido foi implantado em São Paulo no final do ano passado, e a meta é que mais 13 unidades idênticas entrem em circulação no Rio de Janeiro até o final deste ano. 81e19714-36e7-4635-a7e7-5f525d12ed0e
Os dois carros foram cedidos em comodato a cooperativa que faz ponto no Aeroporto Santos Dumont. Eles tem autonomia de 160 quilômetros e, no Rio, e poderão ser recarregados em dois postos da Petrobras, um na Barra da Tijuca e outra na lagoa Rodrigo de Freitas. Neles a recarca custa R$ 35 e leva cerca de 30 minutos para chegar a 80% da carga, mas os taxistas também terão a opção de realizá-la na sede da cooperativa durante a noite, onde a carga normal levará 8 horas para ser cumprida. Justamente por isso a circulação destes carros fica restrita à Zonal Sul, Centro e Barra da Tijuca, e suas respectivas licenças permite que os motoristas recusem corridas. Os motoristas foram escolhidos a dedo. Nenhum dos dois possuem histórico de multas ou pontos na carteira, e ainda receberam treinamento especial da Nissan para saber como lidar com o LEAF. 100% elétrico, o motor do Nissan gera potência equivalente a 109cv, Desta forma, o carro promete velocidade máxima de 144km/h e 0 a 100km/h em 11,9 segundos. São, certamente, os dois únicos táxis do Rio de Janeiro sem GNV…

Sede da Nissan agora é no Rio de Janeiro

Com a fábrica que está construindo em Resende (RJ) prevista para ficar pronta no início de 2014, a Nissan transferiu seu “quartel general” no Brasil de Curitiba (PR) para o centro da capital fluminense. A inauguração foi hoje, mas desde janeiro a Nissan ocupa três andares do prédio Porto Brasilis, um dos mais modernos e sustentáveis da cidade que fica no coração da Zona Portuária da cidade, que passa por um imenso processo de revitalização para transformar em um centro financeiro comparável ao das grandes capitais mundiais. Tudo a ver, claro, com o plano de expansão da Nissan para o Brasil. O espaço pode abrigar até 300 funcionários. Fotos | Henrique Rodriguez