Expedição Etios – Parte 4

Eventos / Toyota

Expedição Etios – Parte 4

Dia de lazer e diversão, e noite na direção
Estrada para Ilhéus (4) (Essa ficou linda, porém um pouco escura)


Data: 18/05
Percurso: Trancoso (BA) – Ilhéus (BA) Depois de completarmos o primeiro terço da viagem – tanto em distância como em tempo – chegamos a uma pausa mais prolongada. Como já havia dito na postagem anterior, estacionamos em Trancoso (BA) e tivemos a oportunidade de conhecer melhor a cidade por um dia e meio. De culinária popular aos mais exóticos e refinados cardápios, opções variadas de entretenimento e um clima bastante “praiano”, Trancoso encantou todo o grupo. Como o período era de baixa estação, o movimento de turistas era pequeno, o que significou mais paz e tranquilidade para conhecer a cidade. Estrada para Ilhéus (9)
Como o intuito era de aproveitar o dia ao máximo, só pegamos estrada já no final da tarde, aproveitando pouco tempo de luz do sol. O trecho completo de “night driving” (maior até que o que percorremos no primeiro dia, contabilizando-se as distâncias) trouxe outros detalhes sobre o carro e sobre a viagem que eu – confesso – ainda não havia prestado tanta atenção. Todos os carros eram equipados com GPS (sacana, como os leitores já devem saber) e contavam também com radiocomunicadores (um por carro). Pode parecer um tanto trivial para uma viagem dessa dimensão, mas esses dois itens se mostraram extremamente valiosos, e os melhores exemplos foram dados hoje.
Estrada para Ilhéus (10)
O GPS, apesar de ter “enlouquecido” e dado a rota errada em alguns momentos, foi perfeito em quase 100% do tempo, indicando qual o caminho correto que deveríamos seguir. Além disso, sempre antecipava como eram as curvas à frente, o que se mostrou essencial em determinados trechos percorridos, onde não havia placa ou sinalização alguma. Já o radiocomunicador foi vital para alertar os carros do comboio sobre ultrapassagens que eram recomendáveis ou não de executarmos. Apesar de a estrada para Ilhéus ter sido percorrida num sábado, ainda havia algum tráfego de caminhões (e muitos com uma senhora má-vontade para ceder passagem a nós), o que obrigou a fazermos ultrapassagens extremamente calculadas, sem se desfazer do comboio. Em momentos assim, a comunicação via rádio se demonstrou muito valiosa.
Estrada para Ilhéus (3)

Quanto ao Etios, o percurso de cerca de 310 km revelou mais duas coisas interessantes do carro. O motor não reclama de percorrer percursos longos em velocidades (e/ou rotações) mais altas, já que a maior parte do caminho de hoje fizemos em quarta ou quinta marcha, quase sempre a mais de 80 km/h, com picos entre 110 e 120 km/h. A suspensão também reforçou a boa impressão deixada no percurso anterior, mantendo o comportamento – tanto do sedã quanto do hatch – bastante neutro e absorvendo bem as irregularidades do piso, dificilmente “dando batente” quando passamos em algum buraco ou voamos em alguma lombada sem identificação. O aparelho de som, com suporte a USB e iPod, também ajuda muito na hora de reproduzir as músicas sem precisar necessariamente de um CD. O único senão para o som do Etios fica para a disposição dos falantes. Todos  os quatro estão concentrados na dianteira do carro, o que prejudica um pouco a distribuição do som no interior da cabine. E estamos falando da versão topo de linha, XLS.
Estrada para Ilhéus (12)

De negativo, fica mais uma vez a extrema demonstração de imprudência alheia nas estradas. Além de caminhões que realizaram ultrapassagens perigosas – e que em determinados momentos quase espremeram os carros do nosso comboio –, houve motoristas que mostraram uma condução muito perigosa, exemplo dum Celta que por milímetros não atingiu a quina do Etios hatch que eu estava (dessa vez como passageiro) durante uma ultrapassagem. O percurso de hoje terminou em Ilhéus. Apesar do ótimo hotel que ficamos, não há muito tempo para aproveitar a paisagem. Assim que acordamos partimos para a Praia do Forte, num percurso de nada menos de 500 km. Esta será, como dizem os velejadores, a maior “perna” até agora. Parte 1Parte 2Parte 3Parte 4