GM fecha acordo e pode voltar a investir em São José dos Campos

Chevrolet / Mercado

GM fecha acordo e pode voltar a investir em São José dos Campos

Fábrica que iria fechar pode receber investimento de R$ 2,5 bi

Chevrolet Cruze
Após meses de negociação, a General Motors chegou a um acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos no qual acerta novo piso salarial e bonificações para os funcionários. Em troca, a fábrica que antes era cotada para ser desativada entra na disputa com unidades de outros dois países por um investimento de 2,5 bilhões, que representa a fabricação de um novo modelo global de grande volume de vendas. Soa como um substituto para o Celta, mas é mera suposição. A GM acordou pagar R$ 1.700 como piso salarial para novos colaboradores, além de participação de R$ 10 mil em lucros e resultados (PLR). O acordo é válido por dez anos, Mas ainda precisa ser aprovado pelos trabalhadores esta semana. A decisão sobre o investimento deve ser anunciada entre o final deste mês e início de julho. As instalações da GM em São José dos Campos são formadas atualmente por oito fábricas e empregam cerca de 6.500 funcionários. Uma das fábricas do complexo já está ameaçada de fechamento depois que veículos antigos produzidos na linha foram substituídos por novos modelos fabricados em outras unidades da GM no Brasil.