McLaren e Honda novamente juntas na F1: bons tempos de volta?

F1 / Honda / McLaren

McLaren e Honda novamente juntas na F1: bons tempos de volta?

Parceria reinicia em 2015, e outros times podem aderir aos propulsores japoneses

f McLaren-Honda - 01
Para a maioria dos brasileiros aficionados por Fórmula 1, a junção dos nomes McLaren e Honda remonta a alguns dos melhores tempos do Brasil na categoria, com incontáveis vitórias, poles e títulos de Ayrton Senna. E, ainda que sem um brasileiro sequer no cockpit, os dois nomes estarão juntos novamente, em 2015. mclaren-mp4-4-senna 
Honda optou por não estrear o novo propulsor em 2014 para focar no desenvolvimento. Neste ano todos os carros da F1 estarão equipados com motores V6 turbo de 1,6 litros, ante os atuais V8 aspirados de 2,4 litros. Cogita-se que a montadora nipônica leva até certa vantagem no desenvolvimento, uma vez que já possui os motores dos carros da F-Indy como base para desenvolver aquele que será usado na F1.
tumblr_midpcsQW921rb2fzoo1_1280

Além da McLaren, há possibilidade de a Sauber também adotar a Honda como fornecedora. E com o adendo dos motores terem o desenvolvimento gradativamente congelado até 2018 (já visando cortes de custos), os japoneses podem estar no caminho certo. Para o próximo ano haverá apenas três montadoras na F1 (Mercedes, Renault e Ferrari), sendo a Honda a primeira montadora a retornar à categoria após a mudança dos motores.