Volkswagen Passat completa 40 anos

Clássicos / Volkswagen

Volkswagen Passat completa 40 anos

Modelo foi responsável por revolução na linha da Volkswagen

volkswagen_passat_5
Em julho de 1973 surgia na Europa o Volkswagen Passat, um moderno fastback que introduzia novos conceitos mecânicos na marca, como tração dianteira e motor dianteiro refrigerado a água. Este derivado do Audi 80, que recebeu o nome de um vento que cruza a Europa, está completando 40 anos. Hoje ele está em sua oitava geração e segue como um dos modelos mais vendidos da Volkswagen em todo o mundo. VW-Passats-1[2]
O lançamento do Passat na Europa foi decisivo para a Volkswagen, já que o Fusca não vendia como antes e a Variant não alcançou as metas da Volkswagen. Além das qualidades técnicas, que abriam caminho para o lançamento de Polo, Golf e Scirocco posteriormente, o Passat se destacava pelo belo design assinado pelo italiano Giorgetto Giugiaro.
VW-Passats-3[2]
No Brasil, o lançamento do Volkswagen Passat se deu no ano seguinte, sendo ainda mais revolucionário, sendo o carro brasileiro mais moderno da época. O motor era um 1.5 de 65 cv longitudinal, refrigerado a água, com comando de válvulas no cabeçote e radiador com ventilador elétrico, acoplado a um câmbio manual de quatro marchas. Também eram inéditos a suspensão dianteira McPherson com juntas homocinéticas, freios com duplo circuito em diagonal e a correia dentada no motor. Ia de 0 a 100 km/h em 17 segundos e atingia 150 km/h de velocidade máxima.
autowp.ru_volkswagen_passat_1
A sua primeira carroceria no Brasil foi a de 2 portas. Em 1975 foi lançada a versão de 4 portas e as versões LM e LS. Em 1976 foi lançada a de 3 portas assim como a versão 2 portas TS, com motor 1.6 e carburador solex importado da Alemanha. A carroceria de 5 portas, lançada em 1977 foi uma das mais fabricadas no Brasil mas era exclusiva para exportação, sendo extremamente rara e desconhecida por muitos brasileiros, embora tenha vendido bem na America Latina, África e Europa juntamente com a versão perua de 5 portas, essa jamais existente no Brasil.VW-Passats-4[2]
A segunda geração do Passat, bastante reestilizada, foi lançada em 1981 como modelo 82. A plataforma, chamada de B2, teve a região posterior ao eixo traseiro aumentada, embora fosse instantaneamente reconhecível como um Passat. O carro foi lançado, como Santana (o sedan) e Quantum (SW) no Brasil, em 1984.
volkswagen_passat_3
O nome Santana foi usado também na Europa para designar o sedan até o início de 1985. No Brasil, esta geração do Passat continuou a se chamar Santana/Quantum mesmo depois de 1985 (principalmente por que a plataforma B1 não sairia de linha até final da década de 80 por aqui), até ser descontinuado em 2005. Não tivemos a terceira geração do Passat no Brasil, mas em 1994 ele passou a ter sua quarta geração importada da Alemanha, de onde o modelo é importado até hoje, já em sua oitava geração