Ford Mustang 2015 surge em projeção 3D

Ford / Segredos

Ford Mustang 2015 surge em projeção 3D

Car And Driver diz que renderização está muito próxima do carro verdadeiro

2015-ford-mustang-artists-rendering-109-photo-548379-s-original
O Mustang mudou bastante nas cinco gerações que teve ao longo dos últimos 49 anos, mas é verdade que a atual geração foi a mais fiel à primeira geração do “compacto” esportivo da Ford. Isso, somado às intenções da Ford de alterar alguns detalhes técnicos do Mustang para sua próxima geração tenha deixado os fãs do modelo tão apreensivos pela novidade. A edição norte-americana da Car And Driver preparou uma projeção em 3D que diz estar bastante próxima do modelo definitivo, que será mostrado em dezembro. Se for assim, não está nada mal… O design é bastante fiel ao que se vê desde 2003, quando a quinta geração do Mustang ainda era um conceito, e – para nossa sorte – não é lá tão parecido com o do conceito Evos. O futurismo deste conceito parece ter sido deixado um pouco de lado, sendo bastante equilibrado na hora de fugir ao tradicional. O estilo Kinetic é visto nos faróis, mais estreitos, mas a “grade de Aston Martin” ficou até bastante discreta. Também não ousaram mudar as lanternas divididas em três colunas verticais, o que é ótimo. Só há uma imagem aqui. Para ver as renderizações em 3D funcionando é necessário ir ao site da Car And Driver Mas é onde os olhos não enxergam onde estão as principais alterações. Este Ford Mustang será um pouco menor e muito mais leve, por ter sido criado sob is ideais globais dos planos “One Ford”. Emissões aumentam em carros mais pesados, e isso fez a Ford trabalhar para aliviar o peso do modelo usando aços mais rígidos. O lado bom disso é que o carro tende a ser mais rápido. O que realmente preocupa os fãs é a abolição da suspensão traseira por barra de torção em detrimento a um conjunto independente, um passo à frente que os concorrentes do Mustang já deram. Ainda levará alguns meses para saber se o novo sistema é tão bom quanto o antigo.Mustang-2015-Survey-1
Muito se falou na oferta de motores EcoBoost para o Mustang, mas ao menos nos primeiros meses ele manterá os motores próximos aos oferecidos hoje. Pesquisa interceptada pelo Carscoop mostra que o motor 3.7 V6 de 305 cv pode ser substituído por um 3.8 V6 de mesma potência, e o 5.0 V8 Coyote com seus 420 cavalos seria substituído por um 4.9 V8 de 435 cv em suas versões base, mantendo o câmbio manual de seis velocidades ou automático de seis velocidades. Atualizações nos motores estão previstas, bem como a introdução do câmbio automático de 10 velocidades que a Ford desenvolve em parceria com a GM.
Mustang-2015-Survey-3
O motor 2.4 GTDI (turbo com ineção direta) seria da família EcoBoost, com cerca de 310 cv, mas apenas voltado para o mercado externo. Ou não, tendo em vista a pergunta da pesquisa, que abre a possibilidade de a versão de 4 cilindros ser oferecida nos Estados Unidos para quem quiser abrir mão da tradição pensando no consumo de combustível. Cogita-se ainda o 3.5 V6 EcoBoost com algo próximo dos 400 cavalos. Originalmente, estes ideia era oferecer estes em mercados com regras de eficiência mais rígidas, como boa parte da Europa. Fonte | Car And Driver, Carscoop