Greve faz produção do Toyota Etios cair em 90%

Toyota

Greve faz produção do Toyota Etios cair em 90%

Funcionários reivindicam aumento do piso salarial

fabricareuters_2
Funcionários da fábrica da Toyota em Sorocaba (SP), responsável pela produção do compacto Etios, estão de greve há cinco dias, reivindicando por um aumento do piso salarial e do adicional noturno, além da implantação de vale-compra para os funcionários. 300 funcionários do setor administrativo voltaram a trabalhar na sexta-feira, mas cerca de 900 trabalhadores do setor da produção, decidiram manter a paralisação após assembleias. 90% da produção está parada, e mais de 1000 unidades deixaram de ser produzidas no período. image
Os funcionários estavam protestando desde setembro, e a empresa ofereceu apenas um vale-compras para abril do ano que vem, sem especificar valores. Foi a partir daí que a greve foi desencadeada. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, a empresa ainda não expôs nenhum acordo depois que a greve foi iniciada. Os trabalhadores reivindicam aumento do piso salarial, hoje de R$1.654.  Os funcionários pedem aumento entre os pisos das cidades de Indaiatuba (SP) de R$ 2 mil e São Bernardo do Campo (SP), de R$ 1,6 mil. Outra reivindicação é o aumento do adicional noturno de 20% para 25% do salário base.  A paralisação começou no início do primeiro turno de quarta-feira (2) e já teve a produção parada em 100%.