Volkswagen perdeu quase R$ 14 milhões em cada Bugatti Veyron vendido até hoje

Curiosidades / Mercado

Volkswagen perdeu quase R$ 14 milhões em cada Bugatti Veyron vendido até hoje

Carro que deu mais prejuízo, no entanto, foi o pequeno Smart ForTwo

autowp.ru_bugatti_veyron_16.4_super_sport_us-spec_3
Levantamento recente da Berstein Research, empresa especializada em pesquisas no setor automotivo, buscou descobrir quais são os automóveis que dão mais prejuízo a seus respectivos fabricantes, considerando também os gastos com o desenvolvimento. Quem lidera a lista é o Bugatti Veryon, superesportivo fabricado desde 2005; cada unidade produzida até hoje custou ao Grupo Volkswagen 6,27 milhões de dólares, quase 14 milhões de reais. DB2011AU00851
Isso não é exatamente um problema para a Volkswagen. O Veyron não teve precedentes e foi um problema sério para os engenheiros da Volkswagen encontrar uma forma de refrigerar os 16 cilindros de seu motor, dispostos em “W”. O Volkswagen Phaeton vem logo em seguida na lista, com prejuízo de 38.252 dólares (R$ 84.780) por unidade vendida desde 2001, isso, considerando todas as unidades, resulta num prejuízo de R$ 6 bilhões!
autowp.ru_renault_vel_satis_32

Fora de linha desde 2009, o Renault VelSatis deu bastante perda para a Renault – prejuízo de 25.459 dólares (R$ 56.400) para cada unidade vendida. A lista continua com o Peugeot 1007 (20.927 dólares), Audi A2 (10.247 dólares), Jaguar X-Type (6.376 dólares), Smart ForTwo (6.080 dólares), Renault Laguna (4.826 dólares), Fiat Stilo (3.712 dólares) e e a primeira geração do Mercedes-Benz Class A (1.962 dólares).
DB2011AU00851
A lista fica mais assustadora quando é computado o prejuízo total, considerando cada unidade produzida. Esta quem lidera é o pequeno Smart ForTwo, com prejuízo total de R$ 10 milhões À Daimler – dá para entender porquê sua nova geração será derivada do novo Renault Twingo. Ele é seguido pelo Fiat Stilo, com prejuízo de R$ 6,3 bi e pelo Peugeot 1007 com R$ 5,7 bi. Fonte | Berstein Research