Avaliação – Nissan Versa SV 2014 cumpre bem a função de carro familiar

Avaliação / Mercado / Nissan

Avaliação – Nissan Versa SV 2014 cumpre bem a função de carro familiar

Versão intermediária conta já conta com os principais equipamentos

EL5A3290-1
Representante da Nissan entre os sedãs compactos desde 2011, o Versa tem predicados suficientes para colocá-lo como uma das compras mais racionais do segmento. Com 4,45 m de comprimento, 1,69 m largura, 1,50 m de altura e 2,60 m de entre eixos tem porte de carro médio, mas pesa apenas 1.069 kg, suficiente para seu motor 1.6 16v de 111 cv dar conta do recado, como comprovou em 2012 em sua versão topo de linha, SL. Mas será que a versão intermediária SV também dá conta do recado? EL5A3289-1
Com preço sugerido de R$ 42.990, o Nissan Versa SV conta com direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico, computador de bordo, Painel “Fine Vision”, maçanetas internas e externas cromadas, sistema de som com MP3 e conexão para iPod, além, claro de airbag duplo e ABS, obrigatórios. Por R$ 3 mil a menos que o SL, este Versa abre mão de equipamentos nem sempre tão úteis, como rodas de liga-leve de 15” (possui rodas de aço aro 15”) e faróis de neblina, mas também não conta com sistema de som com Bluetooth e comandos no volante, mais úteis.
EL5A3292-1
O Versa leva bem a sério aquele ditado que diz que nunca se deve julgar um livro pela capa. Se por fora seu desenho não impressiona , também não desagrada. O caimento acentuado do teto é que compromete o espaço para a cabeça de quem vai atrás: há espaço suficiente para que pessoas com 1,9 m de altura pudessem cruzar as pernas, isto de elas conseguissem acomodar sem bater com a cabeça no teto. O entre eixos bom, de 2,6 m, e os bancos dianteiros e traseiros curtos liberam muito espaço para os passageiros. O terceiro ocupante traseiro também tem espaço, cinto de três pontos, mas não um encosto de cabeça. Ainda assim, restam 460 l de capacidade no porta-malas.
EL5A3311-1
EL5A3308-1Seu espaço interno garante ao motorista espaço de sobra para se acomodar, além de bancos e volante com ajuste de altura. Difícil mesmo é ajeitar a posição dos espelhos retrovisores. Situados em um local escondido, o comando elétrico dos retrovisores exigiu algum tempo de procura deste repórter que vos fala. Vale ressaltar que os espelhos do Versa parecem ter campo de visão menor que o normal. O painel é o mesmo do March, com formas e materiais simples, com exceção do acabamento prateado no volante e das maçanetas cromadas que chegam a destoar de tamanha simplicidade do painel esteticamente. O acabamento é honesto: os plásticos apresentados no interior são de boa qualidade e não apresentam falhas de encaixe ou rebarbas. Ponto para o painel “Fine Vision”, que além de ter um belo visual, tem leitura simples e fácil, e também para o rádio com conexão para iPod, localizada próximo ao freio de mão, onde também se encontra a tomada de 12v. Apesar da sua compatibilidade com o iPod, uma porta usb faz falta.
EL5A3297-1
O motor 1.6 16v flex é um dos destaques do Nissan Versa, e está disponível em todas as versões. Com bloco de alumínio e comando variável de válvulas na admissão, gera 111cv de potência a 5600 rpm (etanol/gasolina) e 15,1kgfm de torque a 4.000 rpm (etanol/gasolina), este motor está sempre bem disposto, até mesmo quando sai da inércia. Em resumo, faz o carro parecer mais leve do que é! Apesar de instigados pelo ímpeto do motor, conseguimos uma média muito boa: usando o etanol, nosso consumo ficou na casa dos 8km/l em ciclo urbano e de trânsito pesado. O câmbio de 5 marchas, apesar de um pouco longo, casa muito bem com o motor. Seus engates são precisos e macios, facilitando o trabalho do motorista, mas seu funcionamento é um tanto ruidoso.
EL5A3303-1
A direção elétrica é bastante leve e direta, ajudando muito em manobras de estacionamento. Apesar dos seus 4,45 m de comprimento e do entre eixos avantajado, o Versa é bastante prático em manobras. Na hora de parar, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) se mostraram bastante eficientes e progressivos.
EL5A3307-1
A suspensão dianteira, independente do tipo McPherson é bastante firme e transmite parte das irregularidades do piso, enquanto a traseira, por eixo de torção e com molas helicoidais é macia, voltada para o conforto do passageiro, e mais suscetível a qualquer peso sobre seu eixo. Ainda que a carroceria role um pouco em curvas, a sensação de estar “na mão” está sempre presente.

Apesar do design pouco inspirado e do interior com aspecto bastante simples, o Nissan Versa SV convence pelo motor e pelo espaço interno e pelo pacote de equipamentos que garantem ao modelo a função de carro familiar. Se você acha superfluo rodas de liga leve e os faróis de neblina e não faz questão de sistema de som com Bluetooth, esta é, certamente, a versão ideal para você.

Galeria
Fotos | Fabio Perrotta (Portifolio)