Novo Audi A8 L Security é à prova de bala e granadas

Audi / Lançamentos

Novo Audi A8 L Security é à prova de bala e granadas

Sedã também resiste a balas de calibre 7,62 mm mas custa R$ 3,5 milhões

audi_a8l_security_1
Mais do que luxuoso e potente, o novo Audi A8 L Security é, também, seguro. A versão blindada do topo de linha da Audi é capaz de resistir, entre outros, a munições de calibre 7,62 mm e granadas de mão, além de ter uma série de outros equipamentos que visam a segurança dos ocupantes – e não estamos falando exatamente de sistema de visão noturna, alerta de mudanças de faixa, monitoramento ou coisas do tipo. audi_a8l_security_2
No A8 L Security os vidros possuem camadas de policarbonato, os painéis da carroceria são feitos de uma liga leve especial de alumínio e a célula de sobrevivência é composta de uma mistura de aço, cerâmica, vidro multicamada e kevlar. No porta-malas ainda há uma caixa de comunicação, que guarda toda a eletrônica e sistemas de comunicação do sedã, fortemente blindada e que ainda abriga uma bateria suplementar para casos de emergência.
audi_a8l_security_3

Por dentro ainda sistema de extintor, sistema para limpeza do ar, sistema de ar fresco opera com dois cartuchos pressurizados que supre ar limpo para o interior por meio de aberturas e gera pressão positiva dentro do carro, impedindo assim a infiltração de gases tóxicos. Há extrator de fumaça, sistema de sinalização LED para condução em comitiva e sistema de abertura das portas especial: caso o passageiro pressione um interruptor selado especial, ao mesmo tempo em que puxa uma das maçanetas internas, parafusos pirotécnicos nas dobradiças irão separar a porta da carroceria, permitindo que seja aberta com um leve empurrão. Tudo pensado para o público deste tipo de veículo: grandes empresários, chefes de estado e, principalmente, ditadores. Os motores disponíveis são dois: o V8 4.0 TFSI com 435 cv e um W12 FSI com 500 cv. A versão V8 vai de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos, enquanto o W12 faz o mesmo em 7,1 segundos. A velocidade máxima fica em 210 km/h nos dois casos, ainda que nas demais versões seja limitada a 250 km/h. O preço no Brasil? R$ 3,5 milhões.