Fiat e Chrysler se unem e formam a FCA

Chrysler / Fiat

Fiat e Chrysler se unem e formam a FCA

Novo logotipo representa a fusão corporativa das duas empresas

fiat-chrysler-logo-1391001727429_615x300
Unificadas há uma semana, após compra dos 41,46% de ações restantes da Chrysler que ainda não estavam na posse da Fiat, os grupos Fiat e Chrysler começam a se reorganizar a nível corporativo. O que muda de imediato é que ambas formam a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) como uma empresa automotiva global totalmente integrada. A mudança é ilustrada pelo novo logotipo corporativo das empresas, que até então não passava dos logos das duas marcas lado-a-lado. Junto à reestruturação, a  Fiat Chrysler Automobiles N.V., estabelecida na Holanda, se torna a matriz do Grupo. As ações ordinárias da FCA, por sua vez, serão listadas em Nova York e Milão. A conclusão dessa transação está prevista para até o final do ano. Os 41,46% restantes que ainda não estavam na posse da Fiat pertenciam a fundo de pensão de funcionários da Chrysler, que por sua vez está associado ao sindicato nacional. A compra foi fechada após mais de um ano de negociação no último dia 21 por US$ 4,35 bilhões (mais de R$ 10 bilhões). O objetivo da nova marca, criada pela empresa RobilantAssociati, é representar uma cultura corporativa única, uma visão em comum de um grupo de alcance internacional. Agora as empresas continuarão fundindo suas operações, o que já vinha acontecendo. Por exemplo, os novos Dart, 200 e Cherokee são baseados numa variação da plataforma do Alfa Romeo Giulietta, e o Fiat 500L emprestará sua estrutura a um novo compacto da Jeep.