GM convoca 1,6 milhão de unidades para recall atrasado há mais de 10 anos

Chevrolet / GM

GM convoca 1,6 milhão de unidades para recall atrasado há mais de 10 anos

Falha no sistema de ignição faz motor parar e desativa airbags

2005 Chevrolet Cobalt LT Sedan
Sob acusações de negligência por ter demorado mais de 10 anos para convocar recall, a General Motors terá de se apresentar até o próximo dia 25 de março diante do Congresso norte-americano. Falha no sistema de ignição de modelos como Cobalt (o americano), Pontiac G5, Saturn Ion e outros comercializados nos EUA e no Canadá teria sido responsável por 303 mortes desde 2001. O recall só foi anunciado este ano. A falha no sistema de ignição pode causar o desligamento repentino do motor e inatividade dos airbags em casos de colisão, agravando o acidente. O recall foi convocado em 14 de fevereiro deste ano, 13 anos depois do primeiro caso. Na época da convocação, a companhia contabilizou 12 mortes ocasionadas pela falha, mas a Friedman Research Corporation, seguradora americana, fez um levantamento com estatísticas dos acidentes envolvendo os modelos do recall desde 2003 e chegou ao número de 303 mortes. A companhia pode ser alvo de processo por parte das famílias vítimas de acidentes causados pelo defeito da ignição. Só o custo do recall pode chegar a US$ 300 milhões (cerca de R$ 670 milhões).