Pergunta da Semana: Qual o pior carro que você já dirigiu (ou andou)?

Pergunta da Semana

Pergunta da Semana: Qual o pior carro que você já dirigiu (ou andou)?

Olá, prezados leitores! A partir dessa semana, e religiosamente toda terça-feira, teremos a Pergunta da Semana. Baseado nos mais diversos item da cultura automobilista, a “PS” tem como objetivo um papo descontraído entre os leitores, assim como uma troca de conhecimento entre nós e vocês. A cada semana, um tema diferente em voga. Venha e deixe o seu comentário!

Carros ruins: Sempre bom evitá-los. Mas nem sempre conseguimos, o que nos leva a uma série de situações constrangedoras e caricatas. Eventualmente, pode nos colocar em uma situação realmente perigosa, mas o pior sempre é a sensação de que ficaremos em algum lugar ermo até o fim dos dias. E se estamos no comando dessas bombas relógios, a sensação de "ih, ferrou" é ainda maior. 1392952087_605457571_2-Fiorino-1994-Muito-Barata-Ribeirao-Pires
E o que seria um carro ruim? A primeira coisa que me vem à cabeça é uma viagem feita em uma Fiorino 1994. Carregada. Com motor 1.0. Superaquecendo. E eu com dengue. Aqueles duzentos e poucos quilômetros de percusso pelo interior de Minas Gerais pareciam intermináveis. Com aquela sensação majestosa que preenche o corpo daqueles que contraem a Dengue, e superaquecendo em todos os trechos de subida de serra, sempre parávamos para deixar a encrenca esfriar. E dá-lhe dor no corpo naquele frio infeliz… Também me recordo de uma volta rápida, há uma década atrás, em uma Marajó rebaixada daquele jeito bem bacana que vocês podem imaginar. Barulhenta, quicava a cada microimperfeição do asfalto de forma contínua e desesperadora. As ruas até então bem asfaltadas da minha cidade pareciam a Transamazônica visto de dentro daquela máquina mortífera. Desde então, o ódio por molas cortadas têm um lugar todo especial no meu coração.

E então, em que você já andou ou mesmo dirigiu que causou uma recordação negativa significativa no livro da sua história? Deixe seu comentário logo abaixo!