Chevrolet doará 5.340 bolas “indestrutíveis” para estimular o esporte em áreas carentes

Chevrolet

Chevrolet doará 5.340 bolas “indestrutíveis” para estimular o esporte em áreas carentes

Bola foi criada para resistir às mais duras condições de “campo”

redirect_auto.php
Em parceria com  o Projeto One World Futbol, a Chevrolet e o Instituto General Motors firmaram parceria se comprometendo a doar 5.340 bolas de futebol ‘’virtualmente’’ indestrutíveis para organizações que atendem jovens de classes sociais menos favorecidas.   “A Chevrolet é a primeira empresa patrocinadora do Projeto One World Futbol, que vem ajudando escolas, orfanatos e organizações sem fins lucrativos a usar o esporte para solucionar conflitos, ensinar a tolerância e construir comunidades sem violência,” destaca Marco Aurélio Pacheco, diretor de Marketing da General Motors do Brasil.
redirect_auto.php
A comunidade do Vidigal, no Rio de Janeiro, será a primeira a receber as bolas do Projeto One World Futbol. Hoje, dia 1º de abril de 2014, várias instituições da comunidade vão receber 160 bolas. Outras instituições a receber a bola são: AMAR, IBISS, O Pequeno Nazário, Casa do Menor e Karamba. Esta bola em questão, a One World Futbol, foi idealisada por Tim Jahnigen, enquanto assistia a um noticiário sobre jovens refugiados traumatizados jogando futebol em Darfur, num campo de terra batida, com uma bola que eles mesmos tinham feito amarrando lixo com barbante. Ele percebeu que havia uma necessidade global por uma bola praticamente indestrutível que pudesse suportar as mais duras condições enfrentadas diariamente por jovens que vivem em campos de refugiados, áreas de desastres e em comunidades de baixa renda. Assim nasceu a One World Futbol, projetada para quicar mais baixo para jogos recreativos em superfícies mais duras como ruas, terrenos rochosos ou terra batida, pátios escolares, mas é ótima na grama e grama sintética também. Uma única One World Futbol pode durar mais do que centenas de bolas padrão, eliminando o desperdício com o descarte de bolas de futebol furadas e o transtorno da compra de bombas e agulhas.