Habilitada no Inovar-Auto, Kia já pensa em lançamentos

Brasil / Kia / Mercado

Habilitada no Inovar-Auto, Kia já pensa em lançamentos

Quoris chega em maio e novo Soul em junho

kia_soul_us-spec_24
A partir deste mês a Kia Motors passa a ter direito à cota máxima de 4.800 unidades/ano livres dos 30 pontos percentuais no IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados. Como para outras marcas, para a Kia também é pouco diante dos 29 mil veículos vendidos em 2013, mas pode resultar em alguma redução nos preços de alguns modelos. Fato é que isso já permite que a Kia pense em lançamentos para este ano. kia_soul_us-spec_30 “Como fechamos o ano com 29 mil veículos emplacados, ao projetarmos 3% de crescimento, chegaremos a 30 mil unidades em 2014. Para chegarmos a essa projeção, contaremos com a cota de 4.800 unidades e 6 mil de Bongo – importado do Uruguai -, sem a alta de 30 pontos percentuais no IPI, e mais cerca de 20 mil unidades com o IPI diferenciado”, prognostica José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil.
kia_quoris_1
Segundo Gandini, a Kia Motors do Brasil não aderiu ao Inovar-Auto, instituído em 3 de outubro de 2012, porque apenas como importadora e distribuidora não teria como atender aos requisitos mínimos do programa. “Sem o comprometimento jurídico da montadora sul-coreana, não teria como sustentar o nosso compromisso com o Governo brasileiro em outubro de 2017, quando todas as montadoras e importadoras precisam comprovar a redução de emissões”, argumenta. Sem grandes novidades há algum tempo, a Kia aproveitará o cenário para trazer novos modelos. O Kia Quoris, prometido desde o Salão do Automóvel de 2012, chega em maio e a segunda geração do Soul está prevista para junho. No entanto, modelos como Cerato Hatch, novo Carens e o Cerato Koup continuam adiados por “incompatibilidade de preços finais”, diz a Kia.kia_quoris_6