Novo Honda Fit chega no fim do mês por R$ 49.990

Brasil / Honda / Lançamentos / Mercado

Novo Honda Fit chega no fim do mês por R$ 49.990

Preços foram mantidos no mesmo patamar nesta terceira geração

novo_honda_fit_1
A Honda começa a mostrar virtualmente o novo Fit neste sábado (5), em suas concessionárias, mas resolveu se manifestar a respeito. O início das vendas está previsto para o final deste mês, e, em sua terceira geração, chega com visual que foge ao usual tendo novidades como o câmbio CVT, o motor 1.5 que se torna sua única opção e os preços foram mantidos no mesmo patamar – partem dos R$ 49.990. novo_honda_fit
Com cara um pouco incomum, nosso novo Fit tem grade exclusiva, baseada no conceito “Solid Wing Face”. Já o carro foi criado sob o conceito “Máximo para o Homem, Mínimo para a Máquina”, maximizando o espaço disponível para as pessoas e minimizando o espaço necessário para os componentes mecânicos. Há ganho nas dimensões. Com 6 centímetros a mais no comprimento – somando 3,96 metros – e mais 8 cm no entre-eixos – 2,58 m no total, e porta-malas também favorecido, passando dos atuais 384 litros a mais de 400L. De volta ao mercado, a versão de entrada DX – substituída poucos meses atrás pela CX – abandona o motor 1.4. A partir de agora todos os Fit contarão com o 1.5L i-VTec, que passa a incorporar o sistema de partida a frio FlexOne, que elimina o tanquinho. O motor gera 116 cv de potência a 6.000 rpm e torque de 15,3 kgf.m a 4.800 rpm, quando com álcool. Desde a versão de entrada o Fit pode contar com câmbio CVT (continuamente variável), que substitui a automática de 5 velocidades. Este era o sistema usado na primeira geração do Fit. Agora na nova geração Earth Dreams, o sistema conta com conversor de torque, que garante mais elasticidade, melhorando a tração em baixas velocidades. Sem marchas predefinidas – como no Sentra e ao contrário do Corolla – garante aceleração linear e economia de combustível, algo característico do sistema.
honda_fit_us-spec_5[3]
O exclusivo sistema de configuração dos bancos, o ULT (Utility Long Tall), além de permitir uma flexibilidade surpreendente e uma perfeita adaptação às necessidades do usuário. Agora evoluiu para ULTRa-Seat, onde a letra “R” representa o modo “Refresh”, que reclina totalmente o assento do motorista e do carona. Nossas fontes, no entanto, informam que a versão de entrada teria perdido este sistema, bem como o sensor de estacionamento. Mas a Honda divulgou poucas informações a respeito dos equipamentos, melhor esperar o lançamento para obter informações completas. Estão garantidos, no entanto, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes e pontos de ancoragem para assentos infantis compatíveis com os sistemas ISOFIX e LATCH. A gama de versões é composta pelas DX, LX, EX e EXL, sendo que as duas últimas contam apenas com câmbio CVT. Para eles o sistema de áudio 2DIN é composto por Rádio AM/FM e uma tela de LCD de 5” que integra o sistema com HFT (Hands-Free Telephone), câmera de ré (EX/EXL), leitores de arquivos no formato MP3/WMA, entradas auxiliares P2 (tipo fone de ouvido) e porta USB. A versão LX contará com o Rádio AM/FM 2DIN com entrada USB. A linha Fit 2015 tem três anos de garantia, sem limite de quilometragem e será oferecida nas cores: Azul Netuno Metálico (novo), Vermelho Rally Sólido, Preto Cristal Perolizado, Cinza Barium Metálico (novo), Cinza Iridium Metálico, Prata Global Metálico e Branco Taffeta Sólido.

Versões e preços sugeridos:

  • DX MT – R$ 49.900

  • DX CVT – R$ 54.500

  • LX MT – R$ 54.200

  • LX CVT – R$ 58.800

  • EX CVT – R$ 62.900

  • EXL CVT – R$ 65.900

Para efeito de comparação, os preços do Fit no lançamento da segunda geração, em 2008, variavam entre R$ 52.340 para o LX MT e R$ 69.750 para o EXL AT.