Família C3 se diversifica para tentar lidar com a seleção natural na linha 2015

Brasil / Citroën / Lançamentos

Família C3 se diversifica para tentar lidar com a seleção natural na linha 2015

Enquanto o C3 sorri, as irmãs lutam para garantir um lugar ao Sol

66748
A família C3 está mais competitiva. A Citroën anunciou mudanças para o hatch C3, que ganhou nova geração em 2012, e para os monovolumes Aircross e C3 Picasso na nova linha 2015. No caso do hatch, foram promovidas mudanças na organização das versões – algo que foi feito recentemente em seu irmão de plataforma, o Peugeot 208. Já no caso da dupla familiar as mudanças foram visuais – mas, ainda assim, são praticamente invisíveis. Outro destaque foi a criação do iCheck, serviço que pretende resolver os velhos problemas na hora de buscar o carro depois de uma revisão. A proposta da marca é que o aplicativo envie uma mensagem via SMS e também por e-mail com um PIN para o consumidor logo após deixar o veículo na concessionária. Esse PIN permitirá, através do site icheck.citroen.com.br, que o dono acompanhe o andamento da manutenção e que ele possa, inclusive, aprovar ou não serviços opcionais, evitando sustos na hora de pagar a conta.
66743

A Aircross ganhou a opção de cor Blanc Nacré (branco perolizado, em tradução livre), faróis com máscara negra, estribos, rack de teto e moldura dos faróis de neblina na cor cinza grafite e, no caso da top-de-linha Exclusive, o acabamento está presente inclusive nas maçanetas. Outra diferença é que a versão de entrada, hoje chamada de GLX, passa a se chamar Tendance, assim como no hatch C3. Todas são equipadas com o mesmo motor 1.6, com opção de câmbio automático para a versão mais cara.
66742
Já a C3 Picasso ganhou uma nova nomenclatura para a versão de entrada, que passa a se chamar Origine. Equipada com o motor 1.5, a versão ganhou vidros elétricos traseiros de série. Preços partem de R$ 46.890, trazendo o trivial. Ela conta também com a versão Tendance (adicionando faróis de neblina, CD Player com comando de satélite), por R$ 49.790 (ou R$ 54.890 para a automática). A mais cara, Exclusive, adiciona ar-condicionado digital, mesas do tipo avião, volante em couro, sensor de chuva, de acendimento dos faróis e dentre outros equipamentos, saindo por R$ 55.890 (ou R$ 59.890 com trocas automáticas). Fica devendo a oferta de quatro airbags, como no C3 Exclusive. 66740 Finalmente, o C3, cuja geração atual já completou cinco anos na Europa, trilhou novos caminhos na linha 2015. A Citroën aposta agora no propulsor 1.5 para tornar versões mais acessíveis. Hoje, a linha C3 se estrutura na Origine 1.5, Tendance 1.5 e Exclusive 1.6. Três novas versões surgem para agregar o leque de opções do consumidor: a Attraction 1.5 (favor não confundir com Attractive da Fiat) entrega a mais rodas de liga leve, retrovisores elétricos, vidros elétricos nas quatro portas com sistema antiesmagamento, CD Player com comandos na coluna de direção e faróis diurnos de LED por R$ 43.990, cobrando R$ 3 mil a mais que a Origine. 66741
A Exclusive 1.5, por sua vez, proporciona todos os mimos da versão top (rodas de liga leve de aro 16, sensor de chuva e de acendimento dos faróis e dentre outros equipamentos) com a motorização (e preço) diferenciada por R$ 48.990. A Tendance 1.6 automática defende uma maior acessibilidade ao câmbio automático, medida salutar inclusive para quem adquire veículos com isenção de IPI e ICMS por conta de direitos previstos em Lei, por módicos R$ 49.990. Para se distanciar das outras versões, a top-de-linha Exclusive 1.6 ganha alarme ultrassom e controlador e limitador de velocidade, passando a ser oferecida apenas na versão automática e partindo de R$ 55.490.
66746