Lamborghini Huracán vira carro de polícia na Itália

Curiosidades / Lamborghini

Lamborghini Huracán vira carro de polícia na Itália

Superesportivo será utilizado em Roma até o final do ano

Lamborghini-Huracan-LP610-4-Polizia-1[4]
Se no Brasil e em grande parte do mundo as viaturas policiais são carros comuns ou, no máximo, picapes e utilitários esportivos, na Itália é tradicional um belo superesportivo na frota. O mais novo é um Lamborghini Huracán, mais recente lançamento da fábrica de Sant’Agata Bolognese, que será usado pela polícia da cidade de Roma. Lamborghini-Huracan-LP610-4-Polizia-2[4]
O veículo foi entregue ao prefeito da cidade de Roma, Alessandro Pansa, pelo CEO da montadora, Stephan Winkelmann, O veículo recebeu o nome de L610-4 Polizia (LP vem de “Longitudinal Posterior, que significa que o motor é traseiro, 610 é a potência do carro em cavalos e o 4 indica que a tração é integral e o nome no final é “polícia” em italiano) e integrará a frota de veículos de polícia da cidade de Roma até o final desse ano, tendo como missão além da prevenção da criminalidade nas estradas, também a prevenção de acidentes.
Lamborghini-Huracan-LP610-4-Polizia-4[4]
Equipado com um V10 5.2 que produz os já citados 610 cv, o Huracán tem torque de 57,1 kgfm a 6.500 rpm, transmitidos às rodas graças a transmissão de dupla embreagem e sete marchas. Visualmente as belas e angulosas linhas do esportivo permaneceram inalteradas, mas ganharam as cores da corporação: azul-claro com branco e o nome “Polizia” na lateral. Ele também tem sirenes, luzes de alerta de LED, e câmeras nos retrovisores capazes de identificar a velocidade de outros veículos. Além desses itens, ele ainda possui um sistema especial de refrigeração adaptado para transporte emergencial de órgãos, além de desfibrilador. Para fazer frente à bandidagem europeia, o esportivo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,2 segundos e chega a 325 km/h, garantindo a possibilidade de alcançar a grande maioria dos veículos que inventarem de se meter numa fuga.