F1 2014 – GP da Inglaterra

F1

F1 2014 – GP da Inglaterra

Início tumultuado, vitória caseira de Hamilton e uma linda disputa de campeões
hami-m1

Finalmente retomamos as análises das corridas de F1 aqui no Novidades Automotivas depois de algumas provas de ausência. E a volta foi logo num dos GPs mais tradicionais de todos, que costuma proporcionar corridas divertidas de se assistir: Silverstone, na Inglaterra. E, para a alegria geral de todos os fãs de Fórmula 1, não foi dessa vez que foi diferente.
2014 Formula One British Grand Prix, Silverstone International Race Circuit, Towcester, Northampton, Great Britain, 3rd - 5th July 2014. 

World Copyright: © Andrew Hone Photographer 2014.
Ref:  _ONZ2740 A corrida na verdade nem tinha começado direito quando aconteceu uma paralisação de mais de uma hora. Depois de Nico Rosberg largar bem e pegar a ponta, acompanhado pelas McLarens – e de Sebastian Vettel perder ritmo – um acidente “embolou o meio de campo” (só para usar um termo referente ao futebol e à Copa do Mundo). Kimi Raikkonen perdeu o controle de sua Ferrari na curva 4, rodou e Felipe Massa (que estava celebrando seu 200º GP) evitou o choque em “T”. Mas o saldo foi negativo para ambos, que ficaram fora da corrida, ainda que ambos tenham ficado bem. Com isso a prova ficou um bom tempo parada para a limpeza da pista e a troca de parte do guard-rail, que ficou destruído com a pancada do finlandês.
2014 Formula One British Grand Prix, Silverstone International Race Circuit, Towcester, Northampton, Great Britain, 3rd - 5th July 2014. 

World Copyright: © Andrew Hone Photographer 2014.
Ref:  _ONZ2775 No reinício da corrida – dessa vez com o Safety Car à frente – nada de novo, Rosberg mais uma vez pegou a frente, seguido por Button, Magnussen, Hamilton, Vettel, Hülkenberg, Ricciardo, Bottas e Bianchi. Nisso, Hamilton também aproveitou o desempenho muito superior das Mercedes na temporada e foi escalando o grid até ficar atrás de Rosberg. A surpresa no começo da corrida foi Bottas, que, com a faca nos dentes, também começou a subir de posições de maneira impressionante. E no primeiro terço da prova, o ritmo foi bem assim. As McLarens seguravam os terceiro e quarto lugares, respectivamente com Button e Magnussen, mas atrás vinha muita gente brigando. Um Fernando Alonso renhido ultrapassava quem visse pela frente, enquanto que Ricciardo brigava com Hulkenberg, ultrapassando-o mais tarde.
suti-5 E os primeiros abandonos também foram aparecendo logo nessas voltas. Esteban Gutiérrez, da Sauber, se enroscou com Pastor Maldonado (Lotus) e danificou o carro, abandonando em seguida. Depois dele, foi a vez de Marcus Ericsson (Caterham) abandonar, indo para os boxes. Aí, alternando-se entre os primeiros pits (os que abriram a rodada foram Vettel, Kvyat e Riccirado), a coisa na pista continuava quente. Hamilton, determinado a vencer em casa, tirava sistematicamente a diferença para Rosberg, enquanto que Bottas, num ritmo surpreendente, já havia despachado Magnussen e ia à caça de Button, o passando logo em seguida. Alonso, depois de passar um pelotão, já era o quinto.
2014 Formula One British Grand Prix, Silverstone International Race Circuit, Towcester, Northampton, Great Britain, 3rd - 5th July 2014. 

World Copyright: © Andrew Hone Photographer 2014.
Ref:  _ONZ3389 Na volta 19 Rosberg parou, e cinco voltas mais tarde o companheiro de equipe quem entrou nos pits. Nesse interim Alonso dava um senhor calor em Button e Hulkenberg faria o mesmo com Riccirado. Quanto à dupla da Mercedes, depois da parada de Hamilton, Rosberg quem continuava na frente. Na briga de Vettel com Magnussen pelo sexto lugar, Alonso parou nos pits, e, apesar de a parada ter demorado cinco segundos a mais por uma punição que ele sofrera, a sorte estava do lado dele e ele perdeu apenas três posições, voltando em oitavo e apostando nessa única parada.
Silverstone, Northamptonshire, England.
Sunday 6 July 2014.
Valterri Bottas, Williams FW36 Mercedes.
Photo: Charles Coates/Williams F1.
ref: Digital Image _J5R8605 Já com mais de metade da prova completada, o ferrarista já passava Hulkenberg e Rosberg abandonava, causando furor nas arquibancadas, que viam Hamilton liderar. Outro que decidiu apostar numa parada só foi Valteri Bottas, que também calçou os pneus duros e voltou em terceiro, herdando (ainda na pista) quase imediatamente o segundo lugar de Vettel, que pararia na volta seguinte.
GP GRAN BRETAGNA F1/2014 Aí, quando Vettel voltou, estava em quinto, à frente de Alonso e Magnussen. Àquela altura, a ordem do grid era: Hamilton, Bottas, Ricciardo, Button, Alonso, Vettel, Magnussen, Kvyat, Hülkenberg e Vergne. E aí começou uma épica disputa entre o bicampeão vermelho e o tetracampeão rubrotaurino. Vettel atacava Alonso de todas as formas (inclusive reclamando pelo rádio das fechadas do espanhol), e, lá na ponta Hamilton aproveitava os mais de 40s de vantagem para Bottas e fazia sua última parada. Mas, enquanto isso, os olhos estavam voltados para a feroz disputa de campeões na pista. Vettel tentava de todas as maneiras por todos os lados, mas Alonso, de maneira bastante astuta, aproveitava o traçado para segurar o alemão. Até que a poucas voltas do fim, Vettel passou e se segurou na frente, pegando o quinto posto em definitivo.
hami-1 Lá na frente Hamilton vencia e deixava a torcida inglesa em delírio, seguido por um surpreendente Valteri Bottas (em seu segundo pódio seguido) e um sempre sorridente Daniel Ricciardo. Button, numa corrida discreta e eficiente, terminou em quarto (até merecia um pódio para completar uma homenagem a seu pai, que começou com o capacete pintado de rosa em referência à cor da camisa que ele sempre usava para acompanhar o filho nas corridas), seguido por Vettel, Alonso, Magnussen, Hulkenberg, Kvyat e Vergne.
Jenson Button leads Kevin Magnussen. Daqui a duas semanas (e já sem copa do mundo), acontece o GP da Alemanha, numa chance de Nico Rosberg não perder a vantagem para Lewis Hamilton, que ficou em apenas quatro pontos agora. Até lá!