Chevrolet Camaro tem 1.821 unidades envolvidas em recall

Chevrolet / Recalls

Chevrolet Camaro tem 1.821 unidades envolvidas em recall

Defeito está em componente que regula a altura dos assentos

ChevroletCamaro2011_yellowBlack_ss_defrente
O Chevrolet Camaro volta a ter unidades vendidas no Brasil convocadas para recall. Desta vez são 1.821 carros modelo 2011, com data de fabricação de 20 de julho de 2010 a 24 de junho de 2011, e numeração de chassis de B9110300 a B9211646. Eles são chamados às concessionárias por defeito no mecanismo de regulagem de altura dos bancos. Em comunicado, a fabricante informa ter constatado possibilidade de soltura do pino de articulação do mecanismo regulador de altura dos bancos dianteiros e substituirá a peça. Pode haver perda repentina da sustentação do assento dos bancos e da função de regulagem elétrica de altura, causando a livre movimentação do assento, para cima ou para baixo, conforme irregularidades da pista. A movimentação involuntária do banco do motorista pode comprometer a dirigibilidade do veículo, com risco de acidentes e lesões graves ao motorista, demais ocupantes e terceiros. Segundo a empresa, os proprietários vão receber uma correspondência agendando a substituição do pino de articulação do mecanismo regulador de altura dos bancos dianteiros. A GM ainda orienta que, até a substituirão deste pino, não seja utilizada a regulagem de altura controlada por meio de comandos localizados nas laterais dos bancos. É o terceiro recall do esportivo este ano, e os carros envolvidos neste chamado também estão inseridos em outro, para substituição da chave. Entretanto, estão de fora do recall para substituição do conector do chicote do airbag frontal do motorista.