Ford Fiesta Rocam deixa de ser produzido

Fim de Carreira / Ford

Ford Fiesta Rocam deixa de ser produzido

Novo Ford Ka assume o posto do veterano

autowp.ru_ford_fiesta_br-spec_8
Com projeto datado de 2002, o Ford Fiesta Rocam passou por duas reestilizações ao longo de sua carreira mas há alguns anos só se garantia pelo bom custo-benefício. Agora, com o lançamento iminente do novo Ford Ka e de sua inédita versão sedã, a fábrica da Ford em Camaçari (BA) deixou de se preocupar com o Fiesta, e assim ele teve sua produção encerrada.
São Paulo, 14 de Agosto de 2006

Motor 1.0 Flex - teste drive/Aldeia da Serra e Alphaville
Histórico estável de vendas e poucas inovações marcaram os 12 anos do modelo no mercado brasileiro. Ele teve a chance de ser o primeiro carro flex, sendo o primeiro a ter um protótipo bicombustível, mas o Gol Total Flex terminou chegando às lojas mais rápido. O Fiesta sempre foi oferecido com os mesmos motores 1.0 e 1.6 Rocam – que ficaram mais potentes ao longo dos anos -, ainda que entre 2002 e 2006 tenha existido paralelamente o 1.0 Supercharger com 95cv. Ele teve até uma versão aventureira, a Trail, e a “esportiva” ST.

Ford Brasil
Fiesta Trail
julho/2005

Pelo menos conseguiu superar a marca de 1 milhão de unidades produzidas. Mas a novidade é mais importante. “O consumidor quer novidade e não vai deixar de comprar um modelo totalmente novo para economizar cerca de R$ 4 mil”, disse o gerente de Marketing da marca, Osvaldo Ramos. Vá em paz, Fiesta Rocam – e não volte!
Ford Sao Paulo 27/08/2004 - teste drive do novo Fiesta Sedan 1.6 Flex
Fonte | Carsale