Este é o Vencer Sarthe

Lançamentos / Vencer

Este é o Vencer Sarthe

Marca é a segunda holandesa a entrar no mundo dos superesportivos vencer_sarthe_19
Quando se fala da Holanda lembramos de várias coisas (principalmente da cerveja Heineken e do excelente futebol jogado por lá, com destaque para a seleção de 1974 e de times antológicos do PSV e do Ajax), além da Spyker no ramo dos superesportivos. Mas é de lá que também vem um dos mais recentes supercarros da atualidade (e potencial rival da marca de herança aeronáutica), o Vencer Sarthe. vencer_sarthe_14
Apesar da origem holandesa, o nome faz alusão à França, mais precisamente às 24 horas de Le Mans (que são disputadas justamente no circuito de Sarthe). O modelo surgiu em 2012, com algumas imagens preliminares e informações técnicas. Ano passado ele reapareceu como um protótipo, e a produção (artesanal, de um por dia) foi anunciada há poucas semanas.
vencer_sarthe_12
Movido por um motor V8 central-traseiro 6.3 com compressor (cuja origem não é revelada, a empresa apenas diz que emprega “os melhores componentes originais disponíveis”), desenvolve 622cv e 85,5kgfm de torque, que levam os 1.390 kg do carro aos 100 km/h em 3,6 segundos, com máxima de 338 km/h. Se já são números expressivos, vale lembrar que eles ficaram ainda melhores que os primeiros informados no protótipo de 2013 (da imagem abaixo), quando ele não tinha compressor e gerava 510cv e 66,2kgfm, e fazia de 0-100 km/h em 3,8s, com máxima de 326 km/h. A distribuição de peso é de 45%/55% (frente/traseira, respectivamente), medindo 4,51m, com 1,98m de largura, apenas 1,19m de altura e entre-eixos de 2,79m.
prochie_vencer_sarthe_4
A herança das corridas aparece na estrutura tubular de aço, célula de segurança da cabine em cromo-molibdênio, assoalho de alumínio e carroceria de plástico e fibra de carbono. As linhas dele, aliás, foram aprimoradas frente aos primeiros protótipos, com alterações como uma nova capa do motor, colunas C reestilizadas junto ao novo aerofólio que se move automaticamente e novos splitters frontais.. E o requinte não ficou de lado, com revestimentos em couro e Alcantara e painéis de fibra de carbono no interior que, apesar de minimalista, concentra tudo que o esportivo tem de importante numa central multimídia no centro do painel. vencer_sarthe_11