Mitsubishi Outlander PHEV chega no final do ano por cerca de R$ 190 mil

Mitsubishi / Salão de São Paulo

Mitsubishi Outlander PHEV chega no final do ano por cerca de R$ 190 mil

SUV híbrido não tem direito a imposto de importação reduzido

0060_mitLancamentoOutlanderHibrido_murilomattos_2014
A Mitsubishi se prepara para lançar o primeiro primeiro SUV 4×4 híbrido do mercado brasileiro. Se trata do Outlander PHEV, que será apresentado durante o Salão do Automóvel de São Paulo no final de outubro e chega às lojas antes do final do ano. Pena que ele não se valerá da isenção de imposto de importação para híbridos, recém anunciada pelo CAMEX.
0436_mitLancamentoOutlanderHibrido_murilomattos_2014
Equipado com três motores, o Mitsubishi Outlander PHEV tem potência combinada de 285cv e torque de 53,3kgfm. São 121cv e 19,4 kgfm de torque de um 2.0 MIVEC ciclo Otto e mais 82cv de cada um dos motores elétricos, o da dianteira com 14kgfm e o da traseira com 19,9kgfm de torque.0544_mitLancamentoOutlanderHibrido_murilomattos_2014

O sistema trabalha em três modos:

Modo 100% elétrico: os motores elétricos movimentam o veículo usando a energia acumulada nas baterias, com zero emissão de poluentes e condução mais silenciosa, suave e confortável.
Modo híbrido em série: os motores elétricos movimentam o veículo usando energia das baterias ou do gerador. O motor à combustão é utilizado apenas para acionar um gerador que produz eletricidade quando o nível da bateria está baixo, ou para aumentar a potência, ao acelerar rapidamente ou em aclives muito íngremes.
Modo híbrido paralelo: o motor à gasolina traciona o veículo em conjunto com os motores elétricos quando uma potência extra é necessária.
100% off
O motorista ainda pode optar pelo botão "Charge", que otimiza o uso do motor à gasolina para carregar a bateria, ou o modo "Save", onde opta por reduzir o uso de energia da bateria. Ocorre que a energia cinética gerada durante a frenagem também é utilizada para carregar as baterias do veículo (modo regenerativo), garantindo ainda mais autonomia no modo elétrico. Só que as baterias podem ser recarregadas em tomada, o que priva ele do direito de imposto de importação reduzido.
0023_mitLancamentoOutlanderHibrido_murilomattos_2014
Outlander PHEV - Interno (8)Mesmo com baterias (seladas) e dois motores extras, o espaço interno dos Outlander 2.0 e 3.0 V6 foi mantido, e o aumento do peso foi compensado com o aumento do torque e potência destes motores elétricos. A capacidade do porta-malas pode chegar a 1.520 litros com os bancos rebatidos e 731 litros com cinco passageiros.
Os equipamentos também não são afetados. Há nove airbags, piloto automático adaptativo (ACC), alerta para mudança de faixa (LDW), dispositivo de redução de risco de colisão através do radar (FCM), controle de tração e estabilidade inteligente (S-AWC), alerta para pedestres (AVAS), assistência em rampas (HSA) e ainda sistema multimídia com tela de 7″, ar-condicionado Dual Zone, porta malas com abertura e fechamento elétricos. Sensor de estacionamento, câmera de ré, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva serão oferecidos em pacote opcional.
A Mitsubishi tem até o final do ano para definir o preço da versão, mas estima em algo como R$ 190 mil, um tanto acima dos R$ 146 mil pedidos pela versão V6.