Definidas as cores das novas placas o Mercosul

Leis / Mercado / Mercosul

Definidas as cores das novas placas o Mercosul

Cor das letras muda, mas fundo será igual para todos os países

placa-padrc3a3o-mercosul 
A partir de 2016, os países que integram o Mercosul passam a usar uma placa “universal” em seus veículos, visando facilitar identificação, melhorar aplicação de multas e reduzir furtos de veículos. Conforme o prazo se aproxima do fim, novas definições vão aparecendo. O tom predominante da placa será o mesmo, azul e branco, seguindo o modelo europeu. O padrão será adotado para Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. Como no Brasil, o sistema de emplacamento do Mercosul terá sete caracteres, mas com uma diferença em relação ao padrão brasileiro atual: Serão quatro letras e três números. Por exemplo: AE 123 IO. Este tipo de combinação permite mais de 450 milhões de combinações. Para veículos particulares, as letras serão pretas, mudando para vermelhas em comerciais, como caminhões, ônibus e táxis. Carros oficiais, como governos, municípios, bombeiros e forças de segurança, adotarão caracteres azuis, enquanto os de embaixadas e corpos diplomáticos e consulares terão algarismos dourados. Modelos de coleção, com mais de 30 anos e certificado de originalidade, utilizarão caracteres prateados, enquanto os de carros especiais, como de testes de montadoras, serão verdes. A implantação desse sistema de identificação veicular tem prazo para começar em 2016 e a previsão é de que em 2018, todos os carros do Mercosul já utilizem as novas placas.