Mercedes modifica nomes de modelos e motorizações

Mercado / Mercedes-Benz

Mercedes modifica nomes de modelos e motorizações

A ideia é aproximar modelos diferentes da Classe da qual originam

241666884963767843
A Mercedes-Benz definiu como ficarão os nomes de seus modelos e de seus motores a partir de 2015. Alguns serão modificados com a ideia é simplificar a identificação e associação dos modelos. Muda até pro lado da própria marca: “Mercedes-Benz” se torna a marca dos carros “normais”, enquanto “Mercedes-AMG” será para os modelos de alta performance e “Mercedes-Maybach” designará seus carros de alto luxo. 2059473418768807750
As mudanças visam também facilitar a identificação das diversas “Classes”, aproximando seus SUVs e crossovers do resto da linha equivalente. Por exemplo, o crossover derivado do Classe C, atualmente conhecido como GLK, vai passar a chamar-se GLC (C de Classe C), enquanto o ML passará a ser chamado de GLE, para mostrar a sua ligação ao Classe E. Nesta classificação ainda entrará o inédito GLE Coupé, que será mostrado no ano que vem. O GL passará a se chamar Mercedes GLS e no futuro deverá ter sua versão Maybach. Para 2016 está previsto o lançamento do SLC,  substituto do atual SLK. Desta forma, nada muda para os atuais Classe G e para o roadster de dois lugares SL. Para os motores, versões a gás natural, que não existem no Brasil,  passam a ser chamadas “C”. As versões diesel recebem a identificação “D”, ao invés das atuais BlueTec e CDi. No mesmo sentido, os elétricos passam a ser chamados de “E”, os movidos a células de combustível de hidrogénio passam a ser os “F” e os híbridos passam a ser identificados pela letra “H”.