Ford pode usar câmbio CVT para tornar seus carros mais eficientes

Ford / Segredos

Ford pode usar câmbio CVT para tornar seus carros mais eficientes

Sistema pode ser alternativa eficiente para o Fiesta 1.0 EcoBoost nos EUA

autowp.ru_ford_fiesta_hatchback_us-spec_47
O câmbio automático do tipo CVT é cercado de uma relação de amor e ódio. Continuamente variável, trabalha sempre da forma mais eficiente e troca da condução empolgante, que nem mesmo marchas simuladas conseguem contornar. Mesmo assim a Ford estaria disposta a apostar na tecnologia, pelo menos com motores menores, como o 1.0 EcoBoost. Hoje a Ford usa câmbio do tipo CVT apenas em seus híbridos, como o Fusion Hybrid vendido no Brasil. O sistema seria uma saída para o Fiesta 1.0 EcoBoost, que hoje é vendido nos Estados Unidos apenas com câmbio manual – sendo que apenas 5% dos carros vendidos nos EUA são manuais – sem prejudicar o consumo, como aconteceria se fosse empregado o câmbio Powershift de dupla embreagem e seis marchas. Em entrevista ao Automotive News, Raj Nair, chefe global de desenvolvimento de produtos da Ford lembrou de experiências não muito boas com o câmbio CVT no passado, mas admitiu que o sistema está cada vez melhor, principalmente para motores de baixo torque, e já observa algum potencial nisso. Japoneses sabem muito bem disso. Não porque Honda, Toyota, Mitsubishi e Nissan utilizam no Brasil, mas por seus kei-cars – carrinhos com menos de 3,4m de comprimento e motores de 600cm³  vendidos apenas no Japão – sempre utilizarem o sistema. É a forma mais eficiente de aproveitar os 64cv que a legislação japonesa estabelece como limite.