Antiga fabricante alemã, Borgward prepara seu retorno ao mercado

Borgward / Salão de Genebra

Antiga fabricante alemã, Borgward prepara seu retorno ao mercado

Marca alemã extinta nos anos 60 pode voltar com empurrão chinês

borgward_isabella_sedan
Das centenas de fabricantes de carros existentes na Europa no início do século XX, poucos resistiram até o final dos anos 1960. A alemã Borgward foi uma das que sucumbiram, já em 1961. Agora, os descendentes de Carl Borgward, fundador da empresa, juntamente com investidores querem ressuscitar a marca e os primeiros passos serão anunciados em março, durante o Salão de Genebra. A Borgward surgiu em 1890 em Bremen, na Alemanha, mas seu primeiro carro só foi lançado em 1929. Foi o Blitzkarren, um pequeno utilitário de apenas três rodas e muito pelas empresas de correios na Europa. A fama com automóveis veio em 1954, com o lançamento do Isabella. A marca ainda deu origem a outras marcas, como a Lloyd, Hansa e a Goliath, pioneira em várias tecnologias na indústria automotiva, como a suspensão pneumática.
autowp.ru_borgward_p100_4
Mas as marcas não resistiram a um controverso pedido de falência em 1961. Agora, Christian Borgward, neto de Carl Borgward, pretende ressuscitar a marca. O projeto tem dez anos e está sendo estudado desde 2014. Os planos serão conhecidos no Salão de Genebra. Dizem que a fabricante chinesa BAIC está por trás do negócio, que lhe serviria de porta de entrada para o mercado europeu. Nos planos da Borgward, estaria um sedã de luxo, um médio e ainda um compacto urbano. autowp.ru_goliath_1100_1