Audi restaura van elétrica da DKW dos anos 1950

Antigo / Audi / DKW / Europa

Audi restaura van elétrica da DKW dos anos 1950

Restaram apenas dois exemplares deste raro modelo alemão

HI150004_large
Em 1932, em meio à Grande Depressão, quatro marcas alemãs se uniram para formar a Auto Union, que, mais tarde, se tornaria a atual Audi. Este passado está sendo resgatado pela marca alemã: uma unidade do DKW Schnellaster Kastenwagen, uma pequena van utilitária de motor dois tempos. Entretanto, a marca – que teve seus produtos licenciados no Brasil pela Vemag – produziu cem unidades de uma variante elétrica, vendida à época para a companhia de energia elétrica da Alemanha Ocidental. HI150001_largeHI150002_large
Destas cem unidades, sobraram apenas duas. Uma delas é a que ilustra essa publicação, completamente reformada pela Audi e futura peça de museu. Cada uma delas tinha um motor elétrico de apenas sete cavalos – 36 a menos do que o motor dois tempos. O avô dos E-Tron, por assim dizer, chegava a 40 km/h e tinha uma autonomia respeitável de 80 km. Um Nissan Leaf, projetado quase 60 anos depois, tem pouco mais que o dobro. Não se sabe ainda para qual museu o Schnellaster Kastenwagen estará, mas a iniciativa da Audi é louvável não apenas pela preservação da sua própria história, mas também pelo chamado que gira em torno do próprio automóvel. Ao mesmo tempo que encanta ao trazer o incrível de sua exclusividade – dois sobraram em um universo de uma centena, o pequeno utilitário da DKW promove incredulidade aos nos darmos conta de que uma quantidade expressiva de veículos – mesmo alguns recentes – se perderam no tempo. Carros fazem parte da História humana e, muitas vezes, ajudaram a escrevê-la. A Audi acerta ao garantir que eles façam parte dos tempos futuros relembrando-nos o passado.  HI150003_large