Este é o novo Hyundai Tucson 2016

Hyundai / Salão de Genebra

Este é o novo Hyundai Tucson 2016

Nova geração estará no Salão de Genebra e chega em 2016

hyundai_tucson_2
A Hyundai resolveu apresentar esta manhã em Berlim, na Alemanha, a nova geração do Hyundai Tucson, sua grande novidade para o Salão de Genebra, que começa em 3 de março. As mudanças começam pelo nome: Tucson voltará a ser padrão em todos os mercados, abandonando a alcunha ix35 utilizada em alguns mercados – entre eles o Brasil e a própria Coreia do Sul– na geração atual. hyundai_tucson_5
O visual do novo Tucson é ditado pela segunda fase do design “Escultura Fluida” e justamente por isso, há muitos elementos parecidos com o novo Santa Fe e até com o novo Genesis. Mas a grade hexagonal integrada aos faróis afilados garantem personalidade ao SUV médio da Hyundai, embora concorrentes como Honda CR-V e Toyota RAV4 já apostem neste conceito há tempos. Na traseira não há tanta ousadia. As grandes lanternas, entretanto, têm mais recortes do que no Santa Fe e continuam de dividindo entre a lateral do Tucson e a tampa do porta-malas, enquanto a placa passa a ficar bem na base da tampa, entre os logotipos. O departamento de design da Hyundai, agora capitaneado pelo designer alemão Peter Schreyer – que antes dava pitaco apenas nos Kia – fez um belo trabalho desta vez.
hyundai_tucson_3 (1)
Por dentro, a ideia parece ter sido conferir um aspecto “premium”, separando  a parte superior, com a central multimídia e as saídas de ar condicionado, dos comandos do ar. A iluminação branca dos elementos, ao invés de azul, também contribui para uma melhor impressão do ambiente interno. O aumento das dimensões foi discreto. Agora são 4,47m de comprimento (ganho de 6cm), 1,64m de altura (1cm mais alto) e 1,85m de largura (3cm a mais), com 2,67m de entre eixos (3cm maior). Só que a capacidade do porta-malas diminuiu, passou de 591L para 513L. O Hyundai Tucson europeu estreia novas versões do motor 1.6 GDI (a gasolina, com turbo e injeção direta) com 140cv e 180cv, com câmbio manual de seis marchas no primeiro caso e opção de câmbio de dupla embreagem e sete marchas para o mais potente. Entre as opções diesel, há um 1.7 de 116cv e um 2.0 com 140cv ou 190cv. Nenhum destes motores chegarão às unidades fabricadas no Brasil – que devem ser lançadas até o final de 2016.
hyundai_tucson_1
Na Europa a estreia será no segundo semestre deste ano, acompanhado de novos equipamentos de segurança. Entre as novidades, sistemas que estacionam o carro automaticamente, identificam situações de emergência e freiam o carro ou o mantém dentro da faixa da via sozinho, além do que lê placas da via e exibe o limite de velocidade local. A primeira geração do Hyundai Tucson, lançada em 2004 e hoje produzida apenas no Brasil e na China, deixará de ser fabricada até o lançamento desta terceira geração no Brasil. Atualizado às 14h40

Histórico

autowp.ru_hyundai_tucson_us-spec_25

autowp.ru_hyundai_ix35_cn-spec_3